Caros Leitores, desde a sua criação o Blog Xapuri News, o intuito sempre foi de ser mais um espaço democrático de noticias e variedades, diretamente da Princesinha do Acre - Terras de Chico Mendes - para o mundo, e passará momentaneamente a ser o instrumento de divulgação das Ações da Administração, Xapuri Nossa Terra, Nosso Orgulho, oque jamais implicará em mudança no estilo crítico das postagens.

terça-feira, 29 de março de 2011

Direto de Goiânia

O Blog XapuriNews a partir de hoje e durante toda a primeira quinzena de abril será atualizado diretamente da Capital Goiânia, devido este Blogueiro estar de malas prontas com destino aquela cidadã com o intuito de cuidar da saúde, já que 2011 nesta área não está sendo tão agradável assim.

Gostaria de pedir desculpas aos leitores, porém as atualizações do blog ficarão limitadas a no máximo três ou quatro por semana, para que se permita um descanso a este blogueiro, porém me esforçarei a publicar situações interessantes neste período.

Gostaria de agradecer de forma muito especial os amigos e amigas que estão me ajudando nesta repentina viajem. Estou me sentindo um adolescente que de repente descobre que o seu circulo de amizades é muito mais forte e mais amplo do que jamais imaginava. Com efeito nestas duas ultimas semanas percebi que tenho amizades tão verdadeiras e importantes que devo cultivá-las para que as raízes já profundas e seguras possam cada vez mais se edificarem

Obrigado amigos e amigas!!!! E até o retorno.

A Quantas andas mesmo a história da morte do Benjamin?

Foto reprodução - Blog http://www.raimari.blogspot.com/
Hoje em uma rápida passeada pelo centro da cidade fui três vezes cobrado por populares e por algumas das pessoas prejudicadas no caso da “morte do Benjamin” – a arvore que dá sombra ao Lanche da Dona Maria e de alguns comerciantes ambulantes – sobre o andamento da história. Se de fato há alguma ação em andamento ou se de fato tudo acabou nas publicações da imprensa estadual e dos Blogs da cidade.

Como não tive tempo de procurar a Secretaria Municipal de Meio Ambiente para saber a situação devido ter me ausentado do município, extra-oficialmente recebi noticia de que estaria sendo preparado um laudo técnico sobre a morte da árvore e de que somente a partir daí poderia de fato verificar o que se pode fazer...

Como pode-se notar na imagem que tomei a liberdade de capturar do blog http://www.raimai.blogspot.com/
a arvore tipo Benjamin está completamente morta, e olha que a foto não é atual. De forma visível no tronco da mesma pode-se notar que foram realizadas perfurações o que de fato pode indicar que a morte da mesma fora intencional... caso se comprove caracteriza-se crime ambiental... agora encontrar os culpados ou o culpado aí já é outra história.

O Blog somente gostaria de externar sua preocupação, no sentido das pessoas afetadas diretamente no episódio... Como ficam? Que medidas são cabíveis nessa situação? Bem são perguntas que as pessoas afetadas mais do que gostariam de ver respondidas

Com a palavra os Leitores.


Magão
"Meu grande amigo Jocires. Sempre visito seu blog mais nunca fiz nem um tipo de comentário, mais agora resolvi falar alguma coisa, a respeito da pauta acima (http://xapurinews.blogspot.com/2011/03/comac-e-sebrae-realizam-nesta-quarta.html) sobre a formação de uma cooperativa que se refere a valiosa profissão que é o músico. Com todo respeito a todas outras profissões, mais é que o músico apesar de ter sua lei própria a (OMB) Organização dos Músicos do Brasil, ainda somos muitos destratados por aqueles que usam nosso trabalho. E com a fromação dessa entidade de forma organizada vamos poder ter respaldo em nossa profição a qual eu sempre lutei juntos com outro colegas da ária para que podesse ter um respeito a nosso trabalho, porque na maior parte das pessoas eles tratam o músico como um fazedor de zuada ou seja lá o famoso (tocador) e isso é muito ruim sentimos por muitas das vezes sem valor, e agora eu vejo que está chegando a hora de sermos mais valorizados de igual pra igual. Espero eu e todos outros que com a formação da COMAC, podemos nos organizar melhor se Deus quiser, isso toda vida foi um sonho meu. Sou vice presidente do núcleo de Xapuri e já vamos nos reunir na quarta feira dia 30/03/11 para discutir nossa primeira meta."

Grifo Meu: O mestre Magão dispensa apresentações e comentários. É um dos músicos xapurienses mais bem respeitados pela qualidade de suas atuações e pela experiência. É o idealizador do Projeto Resgate Cultural - Baile Show, evento financiado pelo governo do Estado por meio da Fundação Elias Mansour com recursos da Lei de Incentivo à Cultura, que emociona muita gente em cada edição. É um daquelas pessoas que vive a musica no sangue, por isso nada mais do que natural a sua vice-presidência no núcleo de Xapuri da COMAC.


Paolo Almeida
"Como vai Professor Joscíres, quanto tempo, espero que estejas muito bem, tenho sempre acompanhado no seu blog e estou sempre atualizado no que está acontecendo em nossa amada cidade, saiba que sou um leitor fiel e gostaria de fazer um pequeno comentário a respeito da dessa postagem (http://xapurinews.blogspot.com/2011/03/prestando-contas.html) . Infelizmente a nossa juventude está entregue à vida obscura e deplorável, não quero acreditar que no lugar onde nasci, cresci, estudei e brinquei muito, na "rua do campo de futebol", foi um tempo tão feliz e inocente, erámos crianças descobrindo a junventude e projetando um futuro promissor e feliz. Hoje passado alguns anos percebo que muita coisa mudou e infelizmente para pior, é lamentável ver muitos colegas da época de escola, fanfarra e futebol estarem hoje vivendo como escravos de uma droga, de uma garrafa de pinga, escravos dos seus "senhores", que querem lhe tirar a vida e assim dicipar toda uma geração que tinha sonhos, que tinham uma família ou melhor que tinha uma vida para ser vivida na sua maior intensidade e prazer...Mas não vou perder minhas esperanças jamais, nada e niguem vai me impedir de sonhar e ver nossa sociedade vivendo em plena harmonia, valorizando uns aos outros e sabermos que Deus nos colocou nesse mundo para sermos felizes com Ele e com o nosso próximo. Quero desejar sucesso às forças policiais e a toda a sociedade de Xapuri no combate e na valorização do bem maior que Deus nos deu: " A VIDA".

Um grande abraço Professor e uma ótima semana abençoada a todos."

Grifo Meu: Paolo Almeida é um Jovem Xapuriense com uma vocação nata para a música, no último encontro que tivemos inclusive me informara que estaria prestes a lançar o seu primeiro trabalho em cd com músicas Gospel. Atualmente reside no município vizinho de Brasiléia, e é um daqueles jovens que “deu certo”, que se pode orgulhar de dizer que “esse eu vi crescer” ou como eu de ter a grata satisfação de ter sido professor do mesmo.

Ministério da Saúde aponta “fragilidades” e críticas ao combate à dengue no Acre

Relatório denuncia baixa recuperação das pendências, cadastros desatualizados e inspeções deficiente dos pontos estratégicos e falta de material de campo.
Flaviano Melo apresentou requerimento solicitando
informações acerca das ações efetivamente implementadas
no combate à dengue em Rio Branco

Assessoria do Deputado Flaviano Melo
Publicado Originalmente: www.oaltoacre.com 
Em resposta a um requerimento do deputado Flaviano Melo (PMDB), onde o parlamentar solicita informações acerca das ações efetivamente implementadas no combate à dengue em Rio Branco, o Ministério da Saúde, na pessoa do próprio ministro, Alexandre Padilha, e da Vigilância Epidemiológica Federal, tece severas críticas às ações que estão sendo levadas a termo na capital acreana.

Num relatório técnico e imparcial, o Ministério da Saúde lembrou que desde 1999, as ações de epidemiologia de controle de doenças foram descentralizadas para as áreas estaduais e municipais, que passaram a ser responsáveis diretas pelo monitoramento e avaliações das ações de vigilância, notificação, surto e análise epidemiológica.

O documento fez questão de elencar o que chamou de “fragilidades” encontradas durante as visitas técnicas em Rio Branco. Para Flaviano, o Ministério nada mais fez que “colocar o dedo na ferida”.

Relatório do Ministério da Saúde traz a público um
retrato absolutamente preocupante das ações
de combate à dengue, diz Flaviano Melo
Dentre as críticas mais contundentes na parte de controle vetorial das ações no combate à dengue na capital, o Ministério da Saúde apontou, como as mais graves, a baixa qualidade de trabalho e o elevado índice de absenteísmo (falta ao trabalho) por parte dos Agentes de Controle de Endemias – ACE.

Foram registradas 512 faltas só entre abril e maio de 2010. E isto num período intensa incidência da doença em Rio Branco. Segundo o deputado acreano, uma verdadeira contradição, levando-se em conta a enorme necessidade de agentes de trabalho para combater a epidemia.

O Ministério ainda destaca que parte da força de trabalho dos ACE (efetivos) trabalha apenas em ½ período de trabalho, o que prejudica e limita ainda mais a qualidade de trabalho.

Em seguida, o relatório enviado a Flaviano Melo denuncia também uma baixa recuperação das pendências, cadastro desatualizado e inspeção deficiente dos pontos estratégicos e falta de material de campo. Tudo isto, apesar do Ministério da Saúde ter disponibilizado anteriormente para Estado e município, assessorias técnicas em vigilância e supervisão para verificação técnica do Plano de Contingência.

O Ministério da Saúde fez questão de registrar que foram enviados insumos e equipamentos, entre inseticidas, nebulizadores, medicamentos (soro, sais de reidratação e paracetamol), além de material de campo e repasse de R$ 400 mil para aquisição de capas para vedação de caixas d’água.

Por fim, o documento oficial do Ministério da Saúde enviado ao deputado acreano também ressalta, em termos de vigilância epidemiológica, a deficiência de notificação por parte das Unidades Básicas de Saúde. Numa declaração das mais graves, o relatório ainda enfatiza o que chama de “atendimento deficiente de casos suspeitos”, ao concluir e apontar as criticas.

Segundo Flaviano Melo, a resposta do Ministério da Saúde traz a público um retrato absolutamente preocupante das ações de combate à dengue ,”pelo que foi afirmado em termos técnicos e altamente profissionais, principalmente em se tratando de saúde pública, que vem mais e mais preocupando a população de Rio Branco e todo o Acre”.

O deputado deverá ainda entrar em contato com as autoridades sanitárias federais para ver o que pode ser feito para, pelo menos, tentar amenizar o quadro que foi apresentado.

Para evitar “saidinha de banco” uso de celular poderá ser proibido em agências bancárias

Por: Ray Melo, da redação do ac24horas – raystudio3@gmail.com
Deverá entrar em tramitação na próxima sessão ordinária da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), um projeto de lei de autoria do deputado Walter Prado (PDT), que proíbe o uso de celulares dentro de agências bancárias em todo o Estado.

A iniciativa do pedetista tem como objetivo evitar roubos do tipo "saidinha de banco", golpe que se tornou comum na cidade de Rio Branco, em que criminosos observam dentro das agências bancárias, as pessoas que sacam grandes quantias e avisam os comparsas que seguem as vítimas e as assaltam em seguida.

O projeto prevê uma abrangência além do celular, se estendendo aos aparelhos como laptops, rádios, radiocomunicadores e iPods e similares, que ficarão proibidos nas agências bancárias de todo o Estado.

A mesma iniciativa também deverá ser adotada nos supermercados e locais onde existirem caixas eletrônicos, a proibição do uso de aparelhos será restrita ao local onde forem instaladas os terminais eletrônicos da rede bancária.

Segundo o projeto, os funcionários, bem como os vigilantes que fazem a segurança das agências bancárias, ficam responsáveis pela proibição pelo cumprimento da lei. As agências divulgarão a proibição contida na lei, através de cartazes afixados no interior dos bancos e locais de abrangência da nova lei.

“No principio poderá parecer uma privação de direitos, mas é de conhecimento de todos, que crimes nas proximidades de agências bancárias devido a informações fornecidas por alguém que está dentro do banco, se tornam cada vez mais freqüente os assaltos. Minha proposta é no sentido de coibir esses fatos e contribuir com a segurança das pessoas que dependem dos serviços bancários”, diz Walter Prado.

Justiça fará recontagem de votos e tem deputado que pode perder a cadeira

TRE vai ter que aceitar votos dos candidatos que tiveram os registros cassados
Adailson Oliveira, do site agazeta.net .
Presidente do Tribunal Regional Eleitoral,
desembargador Pedro Ranzi, diz que
 ainda não recebeu decisão do STF
 para a recontagem
(Foto: Arquivo/Agazeta.net)
A decisão do Supremo Tribunal Federal de deixar as regras da lei da ficha limpa para a eleição do ano que vem mexeu com o resultado do último pleito nos Estados.

No Acre, cerca de doze candidatos tiveram os registros cassados porque respondiam ou tinham sido condenados em processos judiciais. Agora, os Tribunais Regionais Eleitorais (TRE’s) vão ter que fazer a recontagem dos votos e isso modifica o coeficiente eleitoral, mudando as cadeiras nas Assembleias Legislativas.

As regras funcionam assim: os votos válidos são somados e divididos pelo número de vagas na Assembléia Legislativa. No Acre são 24. O resultado é chamado de quociente eleitoral. Cada coligação e partido elege um parlamentar, quando alcança o quociente. Se dobrar o quociente, ganha duas vagas e assim sucessivamente.

Como a lei da ficha limpa não vale para esta eleição, os TRE’S vão ter que aceitar os votos dos candidatos que tiveram os registros cassados. Significa que haverá uma nova soma dos votos e outra divisão. Isso pode mudar o resultado da eleição: deputados podem perder cadeira e outros, que nem suplentes eram, podem entrar.

O prejuízo maior ficou para os candidatos que pararam de fazer a campanha assim que tiveram os registros cassados. Com medo de perder dinheiro e tempo, desistiram de buscar votos. Hoje eles nem pode afirmar se conseguiriam se eleger.

Mas nem todo mundo ficou parado. No caso de N. Lima do DEM, ele foi cassado por abuso de poder econômico. Fazia campanha em local proibido. Ele não se enquadra na Lei da Ficha Limpa. Mesmo assim, não desistiu. Conseguiu 3.513 votos e foi o segundo mais votado na coligação que reuniu PPS, PTB, PSC, DEM e PMN.

Seus votos não foram computados, nem entraram na lista do TRE. N. Lima faz a contas e acredita que pode entrar no lugar de Marileide Serafim (PMN), a quarta a ser eleita na coligação. Procurada por nossa equipe, a deputada não quis gravar entrevista. “Tudo está nas mãos de Deus”, disse.

Outros candidatos como José Bestene e Bebeto Júnior, ambos do PP, o ex-governador Romildo Magalhães do PSC e o ex-vereador Carlos Beiruth podem mudar completamente a contagem dos votos e fazer a dança das cadeiras na Assembleia Legislativa.

O Presidente do TRE/Acre, desembargador Pedro Ranzi, informou que ainda não tem como saber quem sai ou quem entra, mas assim que o Tribunal receber oficialmente a decisão do STF, vai refazer a contagem dos votos.

segunda-feira, 28 de março de 2011

Imagem do Dia..

O Estado do Acre possui uma área de 164.122,280 Km², é quase duas vezes o tamanho de Portugal. Deste total, 88% ainda é coberto por florestas nativas ainda intocáveis (Foto: Gleilson Miranda)

Brasil repete sucesso e bate recorde na Hora do Planeta 2011

Em todas as regiões do país, governos, empresas, pessoas e organizações ajudaram a marcar um recorde de participação na edição de 2011 do movimento global. Agora, é preciso avançar para além da hora.

Em Xapuri o Prefeito Ubiracy Vasconcelos
apagou as luzes da Casa Centro de Memória
Chico MendesFoto: Haroldo Sarkis
 http://www.xapuriemdestaque.blogspot.com/

Com a participação de 20 capitais em um conjunto de 123 cidades, os estados do Acre e do Espírito Santo, além de mais de 1.948 empresas e organizações, a Hora do Planeta 2011 bateu um recorde de participação desde que o evento global é realizado no Brasil, há três anos. Em 2009, foram 113 cidades, e, em 2010, 98 cidades. Atrelado ao maior movimento global contra o aquecimento planetário, milhões de brasileiros puderam apagar as luzes de suas residências e conferir monumentos, prédios públicos, empresas e outras edificações sem iluminação por uma hora. Pode parecer pouco, mas o gesto chama para uma grande reflexão e ações sobre os desafios impostos pelas mudanças climáticas e questões ambientais em geral.

"A participação de pessoas, organizações e governos na Hora do Planeta é um gesto concreto em direção à sustentabilidade. Significa que todos estão preocupados e atentos ao aquecimento global e que queremos fazer a nossa parte pelo direito de nossos filhos e netos herdarem um planeta habitável", afirmou Denise Hamú, secretária-geral do WWF-Brasil. E como não podia deixar de ser, capitais e demais cidades brasileiras proporcionaram momentos emocionantes e de grande mobilização pública.

No Acre
Quatro cidades acreanas, entre elas  a capital Rio Branco, Xapuri, Santa Rosa do Purus e Sena Madureira, apagaram luzes por uma hora neste sábado. Na capital aconteceram a maioria das atividades, como uma concentração em frente ao Palácio Rio Branco para acompanhar o apagar das luzes na sede do Governo Estadual e na Assembléia Legislativa. Em seguida, a população saiu em "bicicleata" até a ponte JK, onde a iluminação também foi apagada. A prefeitura de Rio Branco, o calçadão da Gameleira e a passarela Joaquim Macedo, além das casas de milhares de acreanos pelo estado também abraçaram a Hora do Planeta. Em Xapuri, além de prédios públicos, as luzes da Casa Centro de Memória Chico Mendes foram apagadas. Casa esta onde viveu e foi assassinado o líder seringueiro Chico Mendes, um dos ícones do socioambientalismo brasileiro.

Segundo o secretário estadual de Meio Ambiente, Edgard de Deus, a participação do Acre na Hora do Planeta reflete uma verdadeira preocupação do estado sobre as questões ambientais. "Não é uma questão de economizar energia, mas de refletirmos sobre o que estamos fazendo com o mundo", avalia. Elenira Mendes, filha de Chico Mendes, alegra-se pela referência à luta de seu pai em um movimento de escala mundial. "É de um simbolismo sem tamanho, uma coisa grandiosa. Meu pai, que foi uma das pessoas que mais levaram para o mundo o nome da Amazônia e a importância da floresta, estaria muito feliz se soubesse que nossa casa fará parte dessa mobilização", ressaltou.

Além da Hora - De forma inédita, a Hora do Planeta 2011 conclama cidadãos, governos, empresas e demais organizações do Brasil e de todo o mundo para manterem o movimento aceso e adotarem medidas concretas contra o aquecimento global e pela restauração e conservação dos ambientes naturais, pela economia de água, de energia e recursos naturais em geral, contra o desmatamento, pelo reforço da legislação ambiental e pelo combate à pobreza com sustentabilidade.

Logo, o WWF-Brasil incentiva todos os participantes da Hora do Planeta a se comprometerem com a conservação da natureza e a desenvolverem projetos que visem sua sustentabilidade ambiental no longo prazo. São ações, por exemplo, que promovam o uso de meios de transporte menos poluentes e a coleta de lixo seletiva, a criação de unidades de conservação, a proteção das nascentes de água e o cumprimento da legislação ambiental são exemplos do que pode ser feito.
Com Informações da WWF Brasil - EcoAgência

Ronco pode atrapalhar a vida sexual, diz especialistas

O ronco é um problema que atinge cerca de 30% da população masculina a partir dos 20 anos e da feminina a partir dos 40. E dormir, ao longo de anos, ao lado deste barulho, pode prejudicar também a saúde do relacionamento. Hoje, Dia Mundial do Sono, especialistas alertam que, além de incomodar quem está por perto, o ronco pode levar a brigas e até à falta de desejo sexual.

De acordo com o dentista do sono Ismael Marques, as pessoas que roncam não têm um sono profundo e, por isso, não descansam. “A consequência é sonolência durante o dia, menor capacidade intelectual e de reflexo, e falta de disposição para o sexo. Já em casos mais graves, quando há apneia (espaço mais longo entre uma respiração e outra) pode haver alterações cardiovasculares, como AVC e hipertensão; disfunção erétil, além de alta de colesterol, triglicérides e glicose”, afirma.

O parceiro do roncador também não consegue ter uma noite tranquila de sono. Isto, segundo o especialista, mais pela ansiedade e preocupação de achar que o outro não está respirando do que pelo som do ronco em si. Por ser causado por questões anatômicas — a estrutura da garganta é parcialmente fechada —, dificilmente o ronco tem cura definitiva. A cirurgia é a opção de tratamento, mas a eficácia não é garantida. “Neste caso, o uso de aparelhos bucais durante a noite irá complementar o tratamento e suprimir o som do ronco, dando melhor qualidade de sono e de vida ao roncador e seu parceiro”, conclui Ismael.

Sono ruim aumenta risco de acidentes
Pessoas que têm algum distúrbio do sono — além do ronco e da apneia, há insônia, síndrome das pernas inquietas e sonambulismo — têm de 7 a 10 vezes mais chances de se envolver em acidentes. E quem dorme ao lado de um roncador também, devido à fadiga.

E crianças também podem sofrer com a falta de sono. Segundo a Associação Mundial de Medicina do Sono, 25% dos pequenos são afetados por pouco sono, o que os predispõe à obesidade e problemas emocionais, além de falta de memória e dificuldade de aprendizagem. Para conseguir dormir bem, o ideal é manter o peso em dia, não fumar e ter horário regular para adormecer. “Gosto muito de ler antes de dormir e usar travesseiro bem confortável”, ensina a atriz Bruna Pietronave.

domingo, 27 de março de 2011

Charge do Dia


Para todos, os que assim como eu ainda acreditava na Justiça de que ela poderia ainda moralizar em certos aspectos a política brasileira a decisão do STF em relação ao Ficha Limpa demonstrou de que a Justiça Brasileira usa mascara não para ser imparcial, mas para ser cega mesma e totalmente falha.

Parabéns grande Judson


Recebi ontem das mãos do meu afilhado e grande amigo, Judson o convite para a formatura da turma de Administração da UNOPAR. Agradeci pela gentileza já que infelizmente não poderei estar presente por motivos de outros compromissos anteriormente marcados, porém gostaria de externar meus sinceros parabéns a toda Turma e especial ao amigo Judson pela novo degrau calgado.

Os “fichas sujas” do Acre que passam a ser ficha limpa

Entre os beneficiados pela decisão do STF, estão figuras conhecidas da política do Acre.

José Altamir Taumaturgo de Sá - candidato ao cargo de Deputado Estadual pelo Partido Republicano Progressista (PRP). José Altamir teve suas contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), nos exercícios de 1999, 2000, 2001, 2002, 2003 e 2006, período em que foi prefeito de Santa Rosa do Purus.

José Bestene - candidato a Deputado Estadual pelo Partido Progressista (PP), que fora condenado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) por improbidade administrativa dolosa, quando exerceu o cargo de Secretário de Saúde e Saneamento do Estado do Acre, no ano de 1996

Francisco Amorim - teve as contas rejeitadas pela Câmara de Vereadores e pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) e desaprovadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU), referentes ao período em que exerceu o cargo de prefeito de Rodrigues Alves.

Francisco Vagner Santana Amorim, o Deda (PP). O candidato a deputado estadual teve as contas referentes ao período em que exerceu o cargo de prefeito de Rodrigues Alves rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) e desaprovadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU).

Romildo Magalhães (PSC). O ex-governador do Acre teve suas contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas da União durante o período em que foi governador.

Jairo Cassiano (PDT). O ex vice-prefeito de Sena Madureira teve o mandato cassado sob acusação de ter comprado votos durante o pleito de 2008.

Vilseu Ferreira (PP). O candidato teve o mandato cassado por, segundo a Justiça, ter comprado votos quando se candidatou a prefeito do município de Acrelândia.

Lourival Mustafa (PC do B).Teve contas reprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) durante o exercício de mandato de Prefeito de Capixaba.

José Gadelha das Chagas (PC do B). Segundo o TRE-AC, o candidato foi condenado em processo eleitoral que apurou a prática de condutas vedadas aos agentes públicos em campanhas eleitorais.

Francisco Rodson (PR). O candidato foi multado em R$ 12 mil pelo TRE-AC por prática de doação irregular na campanha eleitoral de 2006.

sexta-feira, 25 de março de 2011

Parabéns Mamãe...


Este blogueiro hoje pede desculpas aos leitores, mas todo o espaço será dedicado a minha mãe pela passagem de suas 74 primaveras.

Dona Ruth Ângelo é uma típica mineira que como muitos outros colaboram e muito para com o desenvolvimento dessa região. Chegou pela primeira vez por essas “bandas” em meados da década de 60, e com muito esforço criou seus filhos demonstrando que a hombridade e o respeito cabem em qualquer lugar.

Particularmente devo grande parte do que sou e do que aprendi a essa mulher-guerreira, batalhadora que com um simples olhar sabe educar, repreender e amar de forma tão intensamente como somente as mães o sabe fazer.

Parabenizo não com palavras que posso escrever e se perder no tempo, mas com o carinho e com o amor de filho que jamais conseguiu cortar o cordão umbilical.

Parabéns Mamãe, assim como as rosas de um lindo jardim a senhora perfuma e embeleza inha alma todos os dias e todos os momentos. Não somente eu que sou o “caçulinha” mas todos seus filhos e filhas, netos e bisnetos gostariam neste dia demonstrar o quanto a Senhora é importante em nossas vidas e como a amamos.

Façamos nossas palavras as palavras da Poetisa Ângela Gurgel:
O que pode ser dado
A quem lhe deu o que há de mais sagrado:
A vida e o desejo de viver?

O que pode ser dito,
A quem ouviu seus primeiros sons
E lhe ensinou a falar?

O que fazer de grandioso
Para quem tudo lhe ensinou
E nada em troca pediu?

Mãe, que mais podemos oferecer
Além do nosso reconhecimento
E amor incondicional?

Isso é o que há de melhor de todos nós seus filhos,
Pois foi com seu exemplo de mulher
Que aprendemos a ser assim...

Mãe a senhora foi uma guerreira,
Nunca permitiu que barreiras
Atrapalhassem seu caminho...

Com um sorriso no rosto,
E um olhar que via além
A senhora enfrentava seus desgostos.

Obrigado mesmo mãe, por ter, com seu exemplo,
Nos educado e mostrado que a vida
É uma eterna chegada e partida...
Mas merece ser vivida intensamente,
Pois cada um é responsável por seu destino
E ninguém pode levar o que é da gente..

Parabéns mamãe, pelos seus 74 anos vividos com muita dignidade.

quinta-feira, 24 de março de 2011

Imagem do dia.

Livro conta trajetória do ambientalista Paulo Nogueira Neto


Na próxima quarta-feira (30/3), a partir das 19h, acontece o lançamento do livro Diário de Paulo Nogueira Neto - Uma Trajetória Ambientalista. O evento será no restaurante Dom Francisco, no Piso Lazer do shopping Pátio Brasil, em Brasília (DF). Parte da verba arrecadada durante o lançamento será revertida à entidade Ação Social e Ambiental São Quirino de Xapuri (Acre).

Paulo Nogueira Neto nasceu em 1922, em São Paulo. É naturalista e professor universitário. Foi organizador e dirigiu a Secretaria Especial do Meio Ambiente, exercendo o cargo por 12 anos (1974 a 1986), vindo a se tornar o primeiro ministro do Meio Ambiente. O autor é também membro do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) e da Academia Paulista de Letras, tendo publicado as diversas obras.
por Ascom/MMA

OTHELO: CRÍTICA SOBRE A CRÍTICA

Meu amigo desde épocas da 5ª série do Colégio Divina Providência  e xapuriense de boa cepa Elenckey Pimentel, que na época de segundo grau já gostava de que lhe chamasse pelo sobrenome de Spielberg, escreveu uma crítica muito boa sobre a montagem da peça Othelo de Willian shakespeare no Acre e é claro que como filho da terra resolvi republicar a devida autorização do amigo neste espaço. conhecimento de causa o mesmo tem de sobra, portanto aos amantes do teatro e de uma boa leitura vale apena dar uma lida.

Othelo, O Mouro de Veneza é uma das grandes obras, do grande dramaturgo inglês William Shakespeare; onde e como quer que seja montada nos remete sempre a uma reflexão sobre o quão humanos somos, independentemente do lugar que ocupemos no mundo. E, o que mais me fascina: Iago, um vilão como poucos. Aprendi a entender e a admirar Shakespeare nas aulas de Literatura Inglesa do Curso de Letras da UFAC, e, desde então, não deixei mais de lê-lo, de vê-lo em cena, de ler sobre tudo o que se fala e se falou dele. Shakespeare é fantástico! Sei o quão difícil é alcançar a profundidade das personagens, ambientar a história numa época diferente da nossa, entender certas nuances do texto, o porquê do dramaturgo usar determinado vocabulário e expressões, etc.

Por isso, resolvi escrever sobre o que se tem falado dessa montagem de Othelo aqui em Rio Branco. Os comentários vários, dos mais disparatados possíveis, que se tem feito são vergonhosos, a meu ver. Não concordo com nenhum deles. Comentários de pessoas que nem se dignaram a ir ver a peça e já falaram mal, criticaram uma atuação que sequer viram e que sequer seriam capazes de fazer melhor, ignoraram uma montagem por achar que já viram a melhor montagem do mundo em outro lugar, e sequer sabem da proposta da direção.

Sinceramente, a montagem desta peça, na íntegra, sob a direção de Adriana Santelli (e seu elenco) é para poucos. Poucos conseguem passar as três horas que o espetáculo exige assistindo a uma história de amor, intrigas e ciúmes com a mesma disposição de espírito que se tem em espetáculos de uma hora apenas (que é aquilo a que estamos habituados), poucos conseguem se embriagar com as palavras que Shakespeare pôs na boca daquelas personagens. Poucos. Menos ainda os críticos de algo que nunca viram, que não fazem teatro ou os que fazem coisas muito superficiais e pensam ter feito o melhor.

Avante audaciosa montagem. Mostre ao Acre que Shakespeare é realmente universal, pelo menos para os sensíveis ao teatro.

Elenckey Spielberg

Prestando Contas

Thiago Fernandes – O Rio Branco net
A Polícia Civil de Xapuri prendeu em flagrante delito, neste final de semana, a pessoa de Gilson Daniel Mateus de Souza, de 29 anos de idade, o qual trazia da Bolívia a quantidade de 0,300 kg (trezentos gramas) de cocaína, que estavam escondidos em sua motocicleta.

Gilson responderá pelo crime de tráfico internacional de drogas, previsto no Art. 33 c/c Art. 40, I da Lei nº11.343/06, podendo ser condenado a uma pena de reclusão de 5 a 15 anos, aumentada de um sexto a dois terços, em razão da transnacionalidade do entorpecente.

Relevante destacar que a Polícia Civil de Xapuri tem trabalhado, em conjunto com a Polícia Militar, no combate à criminalidade na cidade, com o foco especial no tráfico de drogas. Apenas no mês de março, já foram fechadas duas "bocas de fumo" na cidade, onde seis pessoas foram encaminhadas ao Presídio de Rio Branco.

Ângela Maria Soares da Silva foi presa pela Polícia Militar em sua residência, no Bairro Pantanal, local que tinha uma grande movimentação no tráfico de drogas. Ângela aliciava menores para a venda de drogas. No momento de sua prisão, também foi apreendido um menor de 14 anos de idade, que "trabalhava" para era, e também foram encaminhados à Delegacia mais um menor e dois maiores, todos usuários de drogas. Fato curioso é que Ângela possui apenas 29 anos de idade, e já tem seis filhos, e ainda está grávida de sete meses. Ângela irá responder pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, e aliciamento de menores para o tráfico, podendo pegar uma pena de até 29 anos de reclusão.

Também foram presos pela Polícia Civil de Xapuri, na semana do carnaval, Veríssimo da Silva de Oliveira, Edirlan da Silva Rodrigues, e Fábio Júnior Rodrigues da Silva. Veríssimo comandava uma famosa "boca de fumo" chamada por "Baixada da Mangueira", localizada no Bairro Laranjal. No momento da abordagem Policial, seis pessoas foram encontradas dentro da residência , entre traficantes e usuários. Fábio Júnior "trabalhava" como olheiro do tráfico, que era o responsável por avisar os traficantes no momento em que a Polícia se aproximava. Veríssimo e Edirlan foram indiciados pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico, e Fábio Júnior irá responder pelo crime específico de "informante para o tráfico", todos previstos na lei nº11.343/06.

Ainda, cabe destacar que as Polícia Civil e Militar de Xapuri tem se preocupado não apenas em fechar os pontos de vendas de drogas na cidade, mas também de fiscalizar para que outras pessoas não dêem continuidade na venda do entorpecente naquele mesmo local, fato comum no mundo do tráfico.

Aldo acata projeto de Perpétua


Proposta converte valores em serviços ambientais e impede inviabilização da vida no campo. E já baseia decreto presidencial que perdoa infrações aplicadas aos agricultores que habitam reservas florestais. Relator, deputado Aldo Rebelo, concorda que as multas são "expropriatórias e exorbitantes".

Fonte: Site Deputada Perpétua Almeida
O deputado federal Aldo Rebelo, relator da proposta de mudanças no Código Florestal Brasileiro, decidiu adotar o projeto da deputada federal Perpétua Almeida (PCdoB) que anistia todas as multas aplicadas aos produtores da agricultura familiar na Amazônia. A proposta, que deve virar lei, garante, pela primeira vez, que ribeirinhos, colonos e seringueiros tenham direito a recursos, crédito e educação ambiental, e põe fim a uma das notas mais tristes da agricultura no país: a de que 85% dos produtores mais pobres estariam na ilegalidade porque não conseguem pagar as "absurdas" multas que os órgãos ambientais lhe impõe, ao mesmo tempo em que reclamam da falta de apoio do poder público.
 
Os argumentos da parlamentar acreana, de que as multas são "expropriatórias e exorbitantes", estão sendo acatados por Aldo, para quem "qualquer alteração na lei vigente deve seguir critérios que atendam, em primeiro lugar, ao pequeno produtor".

Decreto veio primeiro
O ex-presidente Lula já havia incorporado as justificativas do projeto da deputada quando baixou o decreto 7.029, que criou, em dezembro de 2009, o Programa Mais Ambiente, anistiando o valor principal das infrações, por um período de 10 anos, perdoando inclusive os juros, correções monetárias e todos os acréscimos gerados."Lamento, e denunciei no Congresso Nacional, que o decreto do presidente Lula sequer tenha sido respeitado pelo Ministerio do Meio Ambiente ou Ibama. É como se o decreto não existisse. A minha esperança agora é o relatório do Código Florestal", reclamou a deputada.

Comunidade ouvida
A deputada lembra que a proposta central do seu projeto foi construída a partir de um consenso com os sindicatos rurais do Acre, a fim de evitar a inviabilização das lavouras e o sustento das famílias. Após exaustivas reuniões com sindicalistas e comunidades rurais de Xapuri, Feijó, Transacreana, Cruzeiro do Sul, Tarauacá, Assis Brasil, Sena Madureira, Brasiléia entre outros (e ouvindo a situação em vários estados do Norte), a deputada constatou que cerca de 80% das multas apresentam valores superiores ao que valem os patrimônios das famílias (colônias).

Perpétua reproduz o entendimento do próprio governo, segundo o qual "a perda de recursos com a suspensão das multas não é uma preocupação para o Ministério do Meio Ambiente. Aliás, a política ambiental é para recuperar biomas e não caça-níqueis".

Novos critérios
O gabinete da deputada em Brasília faz estudos para propor mudanças no cálculo das multas aplicadas ao pequeno agricultor, especialmente. A idéia é confrontar as infrações emitidas, por exemplo, pela Receita Federal e o Detran. É que estes órgãos nunca apresentam cifras do tamanho dos bens do cidadão.

Constrangimento
Há ainda casos "desumanos" relatados à deputada envolvendo duas famílias rurais acreanas "açoitadas" pelos órgãos fiscalizadores. Um assentado da Reserva Chico Mendes cometeu suicídio dias atrás por não ter condições de pagar as multas. Noutro episódio, uma produtora de Xapuri, que esteve em Rio Branco, mês passado, durante a audiência pública para debater o Código Florestal, pôs a pequena colônia à venda. Segundo o Ibama, ela deve R$ 200 mil em multas. Alguns vereadores intervieram pessoalmente num "leilão" organizado por terceiros, e conseguiram evitar que houvesse lances e, consequentemente, que a mulher perdesse o seu imóvel, onde mora com os 9 filhos.

Absurdo
Em nove meses do ano passado o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Cruzeiro do Sul contabilizou a aplicação de 180 multas ambientais entre seus associados, cujos valores variam de 14 a 19 mil reais. Já o Simpasa, que possui 6 mil associados extrativistas, informa que 30% deles sofrem com multas que chegam a R$ 70 mil em alguns casos, enquanto a propriedade rural de algumas famílias não vale nem a metade desse valor.

Finalidade social
"O raciocínio é lógico. Ao invés de punir com multas, o poder público deve orientar, criar condições para o agricultor recuperar aquilo que ele só desmatou por que precisava sobreviver. Essas pessoas precisam ter direito a créditos lá na frente", explicou. "Diferente de outros centros, onde as indústrias impulsionam os indicadores econômicos mais otimistas, na Amazônia a produção rural é o principal meio de sobrevivência. Nossos pequenos agricultores e ribeirinhos não podem ser considerados criminosos. O direito à vida se sobrepõe aos demais. Queremos sim rigidez legal, mas para os depredadores da natureza, aos saqueadores da Amazônia e de sua biodiversidade. Aos colonos, defendemos prazos e condições de adaptação e apoio técnico do Estado Brasileiro para que possam viver dignamente", concluiu.

quarta-feira, 23 de março de 2011

COMAC e SEBRAE realizam nesta quarta-feira reunião com músicos em Xapuri

De acordo com convite enviado a este blogueiro, acontecerá nesta quarta-feira, 23 , às 18:30 na Casa Branca de Xapuri,  Reunião da Cooperativa de Música do Acre (COMAC) e do SEBRAE com a presença do Representante do SEBRAE/AC Alex Lima e do Presidente da COMAC, Antônio Carlos Nascimento

O SEBRAE e a Cooperativa de Músicos do Acre, tem como o objetivo principal desta reunião apresentar aos músicos e trabalhadores da área de música do Alto Acre, as ações da cooperativa e as vantagens oferecidas para os cooperados.

O desejo dos organizadores é de que ao final da reunião possam buscar como um dos principais pontos chaves, a criação dos Núcleos da Cooperativa de Música em cada município visitado. Ao se cooperar, o músico ou o trabalhador da área de música, adquiri várias vantagens como participar de uma empresa/instituição jurídica (formalizada) que tem foco no apoio a categoria Musical, facilidade na prestação de serviços e prestação de contas para empresas e instituições contratantes (CNPJ), apoio aos músicos e produtores para circulação pelos eventos e festivais estaduais, capacitações, consultorias tecnologicas e diversas outras vantagens que serão apresentadas durante a reunião.

Xapuri é o inicio de uma série de etapas de reuniões conforme cronograma abaixo;
23/03 – REUNIÃO EM XAPURI – LOCAL : CASA BRANCA – HORARIO AS 18:30H
24/03 – REUNIÃO EM BRASILEIA – LOCAL CENTRO CULTURAL – HORARIO AS 15H
24/03 – REUNIÃO EM EPITACIOLANDIA – LOCAL CENTRO DE FLORESTANIA
25/03 – REUNIÃO EM ASSIS BRASIL -- LOCAL CENTRO DE FLORESTANIA/UFAC

Parabéns Xapuri

Ontem 22 de março, minha querida Xapuri completou o seu 106º aniversário de emancipação, e com todos os problemas já enfrentados e graças a Deus vencidos continua linda, apesar de carecer de cuidados, mas faço minhas não palavras mas a letra do hino municipal, muito bem publicada no blog do colega Raimari http://www.raimari.blogspot.com/

Infelizmente não pude participar das comemorações alusivas a data devido estar ainda de repouso médico, porém segundo comentários tudo transcorreu muito bem, com participação boa da comunidade estudantil e demais munícipes.

Que o espírito de valorização da terrinha entre os xapurienses possa perdurar por todo o ano e que nossa querida terrinha continue linda como sempre e que tão breve reconquiste por merecimento o título de Princesinha do Acre...

A foto acima, é do acervo do IBGE datada de 1953 e retrata a rua Coronel Brandão

Com medo de incêndio, professores fecham escola estadual em Capixaba


Indignados com a situação, os alunos, professores, gestores e funcionários da escola fazem manifestação nas ruas do município e fecham prédios públicos.

Indignados com as péssimas condições estruturais da única escola da rede estadual de ensino, no município de Capixaba [77km da capital do Acre], dezenas de pessoas tomaram a principal avenida da cidade, numa manifestação pedindo a reforma da escola, que depois de uma chuva na noite de segunda-feira, ficou com a rede elétrica totalmente comprometida. A chuva que causou o apagão na escola Argentina Pereira Feitosa, danificou todos os equipamentos da escola, inclusive, os computadores do laboratório de informática.

Uma das professoras que chegou à escola, nas primeiras horas da manhã de ontem, 22, informou que dentro da escola exalava um forte cheiro de queimado, o que motivou os professores e funcionários fechar a escola e pedir que os alunos retornassem as suas residências. 'A escola vai paralisar as aulas por tempo indeterminado, até que uma equipe da secretaria Estadual de Educação compareça a Capixaba e se posicione, sobre a reforma que foi prometida há mais de dois anos.'

Professores e funcionários de apoio alegaram que não ligaram a chave principal, porque os fios estão desencapados oferecendo risco para quem se aproxima da caixa de distribuição de energia. “Estamos com muito medo de a escola incendiar com a gente dentro. O único extintor de incêndio quem temos, não presta, está seco. Não existe manutenção nas redes elétricas e hidráulicas da escola, há mais de quatro anos”, diz a professora Fabiane Yngle.

Os dirigentes da escola formaram no ano passado, uma comissão e foram a Secretaria Estadual de Educação, para pedir a reforma da escola, mas não foram recebidos pelo secretário, que marcou uma data posterior. No mês de outubro de 2010, os professores voltaram a procurar a secretaria. A equipe técnica do governo do estado recebeu a comissão e informou que a verba para a reforma já estava disponível no orçamento para 2011, mas não tinha uma data prevista em virtude da mudança de governo que iria ocorrer esse ano.

A esperanças do professores foi por terra no início do mês de março de 2011, quando a direção da escola foi comunicada que a reforma não aconteceria, porque faltava ser enviado um documento que comprovasse que o terreno seria realmente da escola. Cansados com a morosidade e excesso de tramites burocráticos, os alunos, professores e equipe de apoio organizaram uma manifestação, que além de fechar a principal via do município, resultou no fechamento de alguns prédios públicos.

“Na minha sala tinha um fio descascado e eu sem querer passei a mão por cima dele e acabei tomando um choque. Merecemos mais atenção do Estado, daqui uns dias a gente morre aqui dentro e ninguém faz nada”, José Augusto, aluno da escola pública. Depois de andarem nas ruas acompanhados por uma viatura da Policia Militar, os manifestantes pararam em frente ao Núcleo de Ensino de Capixaba, representante da Secretária Estadual de Educação e os gestores da escola entraram para reunião com o Coordenador Geral, João Claudio.

Em resposta ao movimento, o coordenador informou que, já havia emitido um comunicado ao secretário de Educação, Danil Zen, relatando os problemas da escola. Segundo o coordenador, todas as necessidades da unidade de ensino, foram relatados em ofício, também direcionado ao Poder Executivo Estadual. O que tem de certo na questão, é que as aulas estão paralisadas por tempo indeterminado, pela falta de segurança na parte elétrica da escola.

“Não vai haver aulas até a resolução do problema”, determinaram os organizadores da manifestação.
Ray Melo, da redação do ac24horas – raystudio3@gmail.com

Empresa Real Norte continua com ônibus velhos nas BR’s acreanas

Por sorte, no final da tarde desta terça-feira, pessoas que compraram passagem com destino à capital do Acre, Rio Branco, não passaram maus momentos em algum trecho da BR 317 durante a noite.

Ler toda a matéria

Preservar os recursos hídricos e melhorar o ambiente em que vivemos devem ser propósitos de todos nós

Por Por Giovani Toledo.

Comemorou-se, ontem 22 de março, o Dia Mundial da Água, que neste ano, tem como tema "Água para as cidades: respondendo ao desafio urbano". A data nos leva à reflexão, mas também tem por objetivo incentivar governos, organizações, comunidades e indivíduos a atuarem na superação das grandes dificuldades que o Brasil e o mundo enfrentam na gestão da água.

Existe uma necessidade de atuação mais efetiva no que se refere aos recursos hídricos, em termos de investimentos, políticas de planejamento, atuação e educação. Mas, cada um de nós pode dar sua contribuição para melhorar a qualidade da água e do ambiente em que vivemos.

Como cidadãos devemos eliminar o descarte inadequado de resíduos como óleo de cozinha, pontas de cigarro, fio dental, preservativos, absorventes, cotonetes, entre outros, que entopem a tubulação e que se não tratados chegam a rios e mananciais. Também devemos evitar o desperdício - fechar as torneiras, eliminar vazamentos, não lavar as calçadas com mangueiras, tomar banhos rápidos etc - e ensinar nossos filhos a fazerem o mesmo.

Como empresários devemos desenvolver e utilizar soluções e tecnologias confiáveis, capazes de ajudar na conservação dos recursos hídricos, com eficiência assegurada para evitar a poluição e possibilitar o reaproveitamento. Como governantes, devemos legislar a favor do cuidado com a saúde e da melhoria da qualidade de vida das pessoas, mantendo os sistemas em perfeito funcionamento e aumentando o número de domicílios atendidos a cada ano.

Há muito a ser feito como um todo e estima-se que o País ainda perca mais de R$ 7 bilhões com desperdício de água anualmente. Porém já vemos progressos. Seja por força de legislação ou por conscientização, esforços estão sendo executados no sentido de melhorar as estatísticas nacionais na área de saneamento básico. O aquecimento do setor da construção civil - em habitação e infraestrutura - tem sido a força motriz de desenvolvimento, com tecnologias e sistemas mais eficientes de captação e tratamento de água e posterior reúso da água tratada, o que oferece ganhos às pessoas, ao ambiente e à economia.

Para se ter uma ideia, estudos do Instituto Trata Brasil, em conjunto com a Fundação Getúlio Vargas - cujos resultados embasaram as estatísticas a seguir -, indicam que a redução dos casos de infecção intestinal causada pela falta de água tratada e esgoto no Brasil possibilitaria uma economia de R$ 745 milhões ao Sistema Único de Saúde (SUS) ao longo dos anos. As empresas, em um ano, economizariam R$ 547 milhões em horas não trabalhadas por funcionários ausentes devido a problemas intestinais.

Com mais saúde, mais condições as pessoas terão para se desenvolver, gerando ganhos físicos e econômicos. Estima-se que a melhora da qualidade de vida, promovida pelo acesso à coleta de esgoto, aumente em 13,3% a produtividade e em 3,8% a renda do trabalhador. Além disso, a universalização dos serviços de esgoto pode proporcionar uma valorização média de até 18% dos imóveis. Com isso, eleva-se a arrecadação de impostos e mais recursos para investimentos, num ciclo virtuoso de aquecimento econômico.

Intensificar os investimentos nessas áreas, nas esferas pública e privada, trará benefícios ao Brasil em diversos setores.

O momento de realizá-los é agora. A preocupação com o melhor uso dos recursos hídricos deve ser um propósito de todos nós. Afinal, cuidar da água em todo o seu ciclo é vital para a sobrevivência humana.

quinta-feira, 17 de março de 2011

Imagem do dia....

O detran do Acre toma o cafezinho e os coqueteis mais caros do Estado, mais de R$ 700.000,00 por ano. É por isso que a industria da multa tem que funcionar.... Que Vergonha.

crédito da imagem- www.altino.blogspot.com

Retornando...

Peço desculpas aos leitores por mais uns dias que deixei de postar novidades no blog Xapuri News, porém mais uma vez estive como ‘hóspede’ do Hospital Epaminondas Jacome de Xapuri devido uma forte reação apresentada á alguns medicamentos, mas Graças ao nosso Grandioso Deus ontem já pude receber alta e estar 85% apto para as obrigações profissionais.

Gostaria de agradecer imensamente toda a equipe daquele hospital pela forma carinhosa com que sempre me acolhe e cuida de mim, aliás, isso não é exceção é regra para todos os pacientes, desde os funcionários de apoio, á equipe de enfermaria e médicos.

Estou repleto de agradecimento a fazer e esse de forma muito especial e com muito carinho, é justamente aos inúmeros amigos e amigas que foram me visitar durante o final de semana e inicio desta em que estive naquela casa de saúde. Sinceramente me senti bastante querido, por ver que constantemente ali estava algum amigo, colega e as vezes apenas conhecido, mas que tiraram um pouco do seu tempo para conversar e ver como estava. Entra nesse rol os inúmeros telefonemas de apoio recebido dos amigos que mesmo devido as responsabilidades cotidianas, ligaram para conversar.... muito obrigado mesmo.

E o que dizer dos amigos professores.... gente, eu não tenho palavras para expressar agradecimentos á família do Divina Providencia, pelo carinho externado, pela visita em grupo, pelas palavras de força, pelas frutas..kkkkk, pelo circulo de oração, pelo presente maravilhoso o livro ‘Tempo de Esperança’, mas em especial mesmo pelo carinho e atenção destinado á minha pessoa. O que posso de fato fazer é clamar a Deus para que ele possa iluminar sempre a vida de todos vocês e seus familiares, e de que são momentos como esses que nos fazem ter a certeza de que não somos apenas um grupo que trabalham juntos... mas sim verdadeiros amigos.

Quanto á família não preciso nem comentar.... em peso...

Obrigado a todos mesmos...

Vídeo de policiais acreanos agredindo suposto assaltante vira destaque nacional

Imagens de um preso sendo agredido por policiais na delegacia da primeira regional foi destaque na Folha de S. Paulo
Um vídeo publicado ontem no Youtube mostra policiais torturando um suposto assaltante em delegacia de Rio Branco (AC). Nas imagens, um homem algemado é segurado pelos cabelos por um policial à paisana, enquanto outro, de uniforme da Polícia Militar, desfere um soco no rosto dele.

Segundo a assessoria de imprensa do governo do Acre, o homem foi preso nesta terça-feira por três policiais militares após cometer um assalto e entrar em um carro da PM para tentar fugir. As imagens foram gravadas por um jornalista local, de acordo com a assessoria.

O comandante-geral da PM acreana, coronel José dos Reis Anastácio, disse que o caso ocorreu na garagem do 1º Distrito Policial de Rio Branco, com policiais militares do Primeiro Batalhão e do Serviço Reservado.
O coronel afirmou que os dois policiais que aparecem agredindo o homem no vídeo, ambos militares, foram afastados temporariamente. O caso foi encaminhado para a Corregedoria da PM, segundo Anastácio. 'Todos que aparecem no vídeo serão ouvidos, mas não quer dizer que serão todos responsabilizados. A imagem não deixa dúvida, e a apuração será remetida à Justiça', afirmou o coronel.

Veja o vídeo

Preocupações começam a pairar sobre a atuação de alguns membros da corporação, já que na isso é excessão, devido alguns vídeos começarem a ser divulgados esse ano mesmo outro vídeo foi divulgado veja abaixo;

TORTURA
Outro vídeo, gravado em 2007 e divulgado recentemente na internet mostrou presos em Pernambuco sendo forçados por policiais a trocar beijos. O comando-geral da PM do Estado determinou o afastamento de oito policiais da Rádio Patrulha, suspeitos de participar do episódio, no início de fevereiro.

Pedro Taques protocola projeto do fuso

Por- Alexandre Lima
O senador Pedro Taques (PDT/MT) protocolou ontem em Brasília, junto à Mesa Diretora do Senado Federal, o projeto de lei que restabelece o fuso horário do Acre(duas horas a menos de Brasília).O projeto , fruto de um acordo entre os senadores da Comissão de Constituição e Justiça(CCJ) do Senado Federal em reunião no último dia 2, faz valer o referendo popular realizado a 31 de outubro em todo o Acre que decidiu pelo retorno ao antigo horário. Pelo acordo, ficou acertado ainda que o projeto é terminativo(não será analisado pelo plenário do Senado Federal) e deverá tramitar pelas comissões da Casa em regime de urgência.

Seguindo o Regimento Interno, o projeto foi lido em plenário e encaminhado às comissões de Assuntos Econômicos e Relações Exteriores, onde ,em seguida, deverão ser indicados seus respectivos relatores. A expectativa inicial é que o projeto fosse direto para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), mas optou-se pelo encaminhamento comum. O projeto visa restabelecer exclusivamente o fuso horário aplicável ao Estado do Acre, alterado pela Lei n° 11.662 de abril de 2008. O referendo que optou pelo retorno do horário antigo foi resultado da aprovação de um projeto de decreto legislativo de autoria do deputado Flaviano Melo(PMDB). Na consulta popular, computados apenas os votos válidos, 56,87% dos eleitores votaram “não” a alteração efetivada pela Lei de 2008.

A presidência da Mesa Diretora do Senado Federal, então, achou conveniente fazer uma Consulta à CCJ para saber o encaminhamento correto a ser dado ao referendo, já devidamente proclamado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Acre(TRE/AC) e homologado pelo Tribunal Superior Eleitoral(TSE). Após duas reuniões de debate, a maioria da CCJ entendeu que haveria a necessidade de editar uma nova lei para dar eficácia ao resultado do referendo. No entendimento de vários juristas corroborado pelo parecer do primeiro relator da Consulta, senador Sérgio Petecão(PMN), o referendo já estaria valendo desde a homologação pelo TSE.

Na expectativa, o deputado Flaviano Melo lembrou que no Brasil o referendo tem caráter vinculante e , portanto, tem força de lei.Tanto para o deputado quanto para o senador Sérgio Petecão, o importante é que a resposta da população seja respeitada e que o horário antigo seja restaurado o mais rápido possível. O mesmo entendimento foi manifestado pelo senador Jorge Viana, que , no entanto, achou mais conveniente optar pela edição de uma nova lei.

Mais respeito, Deputado!

É de conhecimento público o equívoco cometido em minha página do microblog twitter, que motivou meu pedido de desculpas públicas àqueles que se sentiram ofendidos com aquela manifestação.

Porém, aproveitando-se tortuosamente deste inglório fato, o Deputado Estadual Moisés Diniz fez publicar no site “ecos socialistas” estas mal tracejadas linhas: “Acho que o problema da advocacia não é o diploma, é o caráter”, finalizando sua ópera bufa com a seguinte exclamação: “Pobre OAB do Acre! Vergonhoso! Lastimável! Deprimente!”

Aproveitando-se de minha falha pessoal, o Parlamentar que, como ele mesmo diz, “está mais para a poesia do que para a política” (pobre da Poesia!), desancou sua costumeira verborragia contra toda a classe dos Advogados, frisando que, sob o seu talante, a ADVOCACIA padece de caráter, exarando ao final seu julgamento em desfavor da INSTITUIÇÃO OAB DO ACRE.

Ouso imaginar que o amargor do Parlamentar depreende-se da incapacidade de gozar da credibilidade perante a opinião pública, tal qual usufruem os Advogados brasileiros, que exercem sua árdua labuta diária escudados unicamente em seu esforço pessoal, sem as desairosas regalias públicas que o Legislador se deleita rotineiramente.

Também creio não ser apropriado a alguém condenado por malversação de recursos públicos (Ação Civil Pública nº 0500683-27.2006.8.01.0014 – Vara Cível da Comarca de Tarauacá) perante a Justiça Acreana, falar em caráter, probidade ou qualquer outro atributo pertinente apenas aos homens e mulheres de bem.

Ao contrário de sua odiosa manifestação, Deputado, o Advogado Acreano é simples, honesto, destemido e altivo e não tem problema algum com o caráter, mas do contrário, goza o prestígio de pertencer à Instituição Civil mais respeitada do País, fato que somente ocorre por força da vigorosa atuação respaldada na ética e na moralidade.

O ato falho de minha exclusiva responsabilidade jamais poderia ser maldosamente aproveitado para atingir toda uma classe de filhos, pais e mães que diuturnamente suam a camisa para alcançar o sustento familiar, sem as benesses tão conhecidas e aproveitadas por Vossa Senhoria.

Nossa BÍBLIA é a LEI e nosso trabalho é a busca da JUSTIÇA e da PAZ SOCIAL.

Fique bem claro que não seremos trampolim para os devaneios advindos de sua fidelidade cega aos interesses partidários e ao proselitismo político-messiânico encampado por Sua Excelência.

A Liberdade de pensamento e expressão é uma das marcas fundamentais de uma sociedade democrática e como tal sempre será defendida por quem tem compromisso com a manutenção e o amadurecimento de uma civilização justa e igualitária.

Ocorre que primado de tal importância não é instrumento para ser arrogado por personagens que se enxergam acima dos homens, da lei e da própria razão.

Florindo Poersch - Presidente da OAB/AC

sexta-feira, 11 de março de 2011

Charge do dia...

Racha interno marca eleições do PSDB

De um lado o deputado federal mais votado em toda história do Acre, de outro o candidato que por pouco não interrompe as sucessivas vitórias da Frente Popular, numa eleição majoritária. Assim aparece o novo desenho na estrutura de poder do PSDB. A disputa interna, entre Márcio Bittar e Tião Bocalom, os homens que prometem um embate pelo comando do ninho tucano, pode revelar um novo racha na base do partido no Acre.

A bicada dos tucanos chamados bicos dura, facção comandada por Tião Bocalom, que em outra oportunidade, já recorreu à direção nacional do partido, para se manter no comando do ninho tucano no Acre, promete resistir ao prestígio da estrondosa votação de Márcio Bittar, considerado pelos membros mais antigos da legenda, como tucano de bico mole, pelo pouco tempo de filiação partidária.

Em meio à guerra declarada, aparece à proposta de uma terceira via comandada pelo deputado estadual Wherles Rocha, líder da oposição na Assembleia Legislativa do Acre (Alec). Mas nos bastidores o comentário é que, a chapa de Rocha usa o slogan de campanha de Tião Bocalom (Produzir para Empregar), deixando claro que o militar reformado, repousa do lado do ninho comando por Bocalom.

Alguns membros do ninho tucano são evasivos ao tratar do assunto da sucessão municipal do PSDB, em Rio Branco. Outros já escolherem claramente as opções colocadas no tabuleiro da sucessão. Mas existem ainda, os que preferem analisar as propostas com todas as nuances, com ênfase na história dos postulantes ao Diretório Municipal de Rio Branco.

Márcio Bittar não é bem visto por alguns tucanos bico duro, que alegam centralização das decisões nas mãos do deputado, caso, o advogado José Wilson, candidato de Bittar, venha vencer a disputa da direção do partido na capital acreana. Os tucanos afirmam ainda, que a intenção de Bittar é colocar um segundo partido sob o seu comando, destacando que o deputado comanda o PPS, mesmo sem ser filiado, mantendo Edson Bittar no comando dos socialistas.

A disputa interna do PSDB de Rio Branco, antes era comentada apenas nos bastidores, hoje, ganhou corpo e, já não é novidade que o partido possa comandar a sucessão municipal em 2012, se tornando motivo de ambição de várias facções na disputas pelo poder de comandar a virtual legenda que em tese, pode interromper a caminhada vitoriosa da Frente Popular do Acre, que não sabe o que é uma derrota, desde os tempos em que surgiu o MDA de Flaviano Melo (PMDB).

Brigas nas prévias municipais podem afetar disputa de 2012
Para muitos, depois da votação expressiva de Tião Bocalom no pleito de 2010, era favas contadas à vitória em 2012, mas se persistir o atual quadro dentro da oposição, o bloco estará fadado a mais um fracasso por incompetência e desunião na base dos partidos que antes de qualquer disputa eleitoral não conseguem se entender na hora de eleger seus dirigentes.

Além da disputa interna do PSDB, os oposicionistas contam ainda com as espertezas de figuras, como o deputado Flaviano Melo, uma velha raposa da política do Acre, que diante das disputas internas dos oposicionistas, volta com a manjada estratégia de lançar um balão de ensaio com a candidatura de João Correia, a Prefeitura de Rio Branco.

A concorrência dos grupos dentro do PSDB poderá favorecer a Frente Popular, que em silencia trabalha nomes que podem tirar o PT da cabeça da chapa, mas manterá o comando da capital do Acre, nas mãos de membros da FPA. Segundo Frank Lima, atual secretário geral do PSDB, “a população está descontente”, fator que segundo ele, favorece de cara, qualquer partido de oposição que lance um bom nome para a disputa de 2012.
Candidatura de Wherles Rocha
Na manhã de quinta-feira, 10, ouvimos o deputado Wherles Rocha, sobre sua candidatura. De acordo com o deputado, o único objetivo de sua candidatura é fortalecer o partido e a oposição. “Minha chapa ao tem ligação com qualquer grupo político. Entro na disputa para fortalecer a democracia exercida dentro do PSDB. Ao contrário do que estão falando, não existe racha interno, estamos discutindo democratamente a sucessão do diretório municipal”, diz Rocha ao confirma sua candidatura.

O deputado prega um discurso democrata nas disputadas do partido, como forma do partido chegar fortalecido a disputa de 2012. De acordo com ele, não existe nenhum salvador da pátria, mas “temos um grupo de pessoas dispostas, que querem mudar a história do Acre”, ao afirmar que não seria candidato de grupo A, B ou C, que sua chapa já estaria composta com 120 nomes, enquanto outras duas que pretendem disputar o diretório municipal, ainda não conseguiram os nomes necessários.

Sobre os boatos de sua candidatura à Prefeitura de Rio Branco, Wherles Rocha disse que não passa de conversas plantadas para tentar desestabilizar a oposição nas próximas eleições. “Vamos discutir o nome do candidato a prefeito, mas no momento não tenho pretensões de entrar nesta disputa. Fui eleito para ser deputado estadual e vou cumprir o mandato até o fim, pois foi essa a vontade das pessoas que me confiaram seus votos”.

José Wilson diz que Rocha é mentiroso e totalitarista
Procurado pela reportagem, para falar sobre a disputa interna do PSDB, o advogado José Wilson, que durante as eleições de 2010, obteve várias vitórias para os tucanos, se diz injustiçado. “De uma hora outra passei de herói para bandido. Nas vitórias, como advogado, Rocha, aplaudia. Eu era o herói, porque que agora não presto?” diz em tom de revolta, o advogado, que concorre à presidência da Executiva municipal dos tucanos.

José Wilson destacou ainda que o discurso assumido pelo Major Rocha, sobre democracia partidária, foi uma bandeira levantada por ele, que o deputado indevidamente, usa como artifício para tentar esconder os verdadeiros motivos da inscrição da chapa Produzir para empregar.

O advogado disse ainda, que sua candidatura não saiu apenas do apoio de Márcio Bittar, mas que nomes, como Toinha Vieira, Alonso, Dindim e tantas outras lideranças do partido, que ao longo de quatro anos, pode conhecer dentro das hostes do PSDB.

“Tenho apoio de pessoas que participaram da história do PSDB, no Acre, ao contrário de Rocha que conta com o apoio de pessoas de conduta duvidosa, como Normando Sales, envolvido em escândalos em Sena Madureira, Frank Lima, responsável pela falência do Adesg de Senador Guiomard e Paulo Chimendes, oposicionista que apoiou a candidatura de Tião Viana. Acho que não preciso falar muita coisa da chapa de Rocha”, enfatiza José Wilson.

A homologação da chapa de Rocha está sendo contesta juridicamente. José Wilson afirma que o militar reformado, não pode ser candidato, já que além de deputado é líder do partido na Aleac e membro nato da executiva estadual. De acordo com o advogado, o deputado contradiz o discurso democrático ao tentar presidir Executiva Municipal; ser o líder do partido no Legislativo; membro nato da executiva estadual e delegado nacional do partido.

“Que diabos de democracia é essa? Isso mais parece um samba do crioulo doido, uma pessoa que foi eleita para ser deputado, querer todos os cargos dentro do partido. Ele vai dá conta de qual mandato? Não conhece nem o PSDB, não conhece nem os membros de sua chapa. Ele mente ao tentar passar uma imagem, enquanto seu perfil é totalitarista”, desabafa José Wilson.

Segundo o candidato, desde 2009, as listas de filiados não são atualizadas e, que a relação de filiados de três grandes atos do partido, simplesmente sumiu. José Wilson diz ainda, que as decisões são tomadas sem consultar as bases do partido.
Ray Melo, da redação do ac24horas

quinta-feira, 10 de março de 2011

Imagem do Dia

Os macacos não se intimidam com a presença dos estudantes na Universidade Federal do Acre e completam a paisagem. No parque zoobotânico da Ufac existem várias famílias de diversas espécies de primatas e outros animais. (Foto: Victor Luciano)

Dor de cabeça à vista

Desde o inicio do prazo legal para a entrega da Declaração do Imposto de Renda que Brasil afora as reclamações se amealham, e como nossa querida Xapuri não poderia ser diferente, muitas pessoas, amigos e profissionais que trabalham na área contábil tem reclamado do sistema de transmissão das Declarações.

Assim como muitos outros cidadãos, este blogueiro já está com sua declaração pronta para o envio, porém o software Receitanet disponibilizado pela Receita Federal insiste em dar mensagens de erro, de que está havendo impossibilidade de conexão com os servidores para a realização da transmissão do documento.

Durante a semana passada a Receita inclusive suspendeu as transmissões devido problemas no sistema SEPRO em São Paulo, e pelo que se aparenta os problemas continuam, o que demonstra um falta de responsabilidade tamanha com o contribuinte brasileiro que já é extorquido pelo governo no pagamento de inúmeros impostos e ao final sequer tem segurança nos dispositivos de quitação com o Fisco Federal.

É bom os contribuintes ficarem atentos porque se no inicio das transmissões está este embrólio, provavelmente aqueles que sempre deixam para o ultimo momento podem ter mais dores de cabeça do que os que estão se antecipando.