Caros Leitores, desde a sua criação o Blog Xapuri News, o intuito sempre foi de ser mais um espaço democrático de noticias e variedades, diretamente da Princesinha do Acre - Terras de Chico Mendes - para o mundo, e passará momentaneamente a ser o instrumento de divulgação das Ações da Administração, Xapuri Nossa Terra, Nosso Orgulho, oque jamais implicará em mudança no estilo crítico das postagens.

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

imagem do dia

Fruto do Jacaratiá
A foto do dia é temática da Flora do Acre que tão pouco conhecemos, trata-se do saboroso jacaratiá ou conhecido como mamão-bravo, mamãozinho do mato, encontrato nas matas do Acre e de praticamente toda a região amazônica, sua árvore é de grande porte podendo atingir 20 m de altura, tronco e ramos armados de espinhos, casca rugosa, com floração para o fruto setembro a outubro, já a frutificação ocorre de janeiro à março com o fruto de forma oval ou arredondada com coloração amarelo-alaranjada quando maduro, possui nas suas variações polpa amarelada ou avermelhada de acordo com a fase de maturação, adocicada, envolvendo numerosas sementes.

O jaracatiá é fruta interessante. Apesar de conhecida regionalmente, entre outros, pelos nomes de mamão- nativo-de-árvore, mamão-de-espinho, mamão-bravo e mamão-de-veado, o sabor adocicado de sua polpa difere muito do mamão comum. Porém umas coisas a se explicar é que a arvore do Jaracatiá é uma árvore bastante grande se comparadas ao mamoeiro.

Devido à consistência e à composição gelatinosa de sua polpa, a fruta presta-se muito bem ao preparo de geléias, ao contrário do mamão que é mais adequado para doces e compotas. O jaracatiá é fruto avidamente procurado por pássaros e por macacos, podendo também ser consumido pelo homem in natura.

Algumas histórias e contos ainda sobrevivem de quem apesar de seu sabor delicioso não atentou para os cuidados que se deve ter quando se aprecia uma dessas frutas (os mineiros a descacam sob a água para retirada do leite que é urticante), entretanto nos livros que podemos encontrar informações sobre essa preciosidade, como é o caso do dicionário de Pio Corrêa há apenas uma ressalva quanto ao abuso da ingestão do jaracatiá: em virtude do efeito purgativo e irritante do leite que a fruta contém, especialmente quando está verde, tal abuso causaria um mal-estar geral no organismo, acompanhado de febre. Consta que tal mal-estar teria sido provado várias vezes pelos soldados das expedições comandadas pelo Marechal Rondon no início do século, em incursões pelo interior do Brasil. Entretanto, a ingestão da mesma madura e com a retirada de todo o leite a mesma torna-se uma delicia.
Assim, a maneira mais indicada para neutralizar um pouco o efeito do leite que o jaracatiá segrega é cozinhá-lo como legume. No nordeste do Brasil, para ser consumido cru é costume, também, fazer-se sulcos com o garbo em sua casca e deixar a fruta "serenar" de um dia para o outro.

Segundo alguns seringueiros mais antigos a exótica guloseima era usado como remédio, informação confirmada nos livros que tratam do assunto onde afirma que os frutos contem substâncias papainicas de ação desobstruentes (desopilantes, purgante) e antidispépticos (contra dor ou um mal-estar na parte alta do abdómen ou no peito que muitas vezes é descrita como ter gases, sensação de estar cheio ou como uma dor corrosiva ou urgente (ardor)), o leite combate as hidropisias (é a acumulação anormal de fluido nas cavidades naturais do corpo ou no tecido celular) e as folhas em cataplasmas curam feridas.
Com informações: http://www.bibvirt.futuro.usp.br/
Credito da Foto inicial: http://www.ambienteacreano.blogspot.com/

Estou me sentindo enganado também

Sinceramente, não agüento mais o embrólio que se tornou o nosso Fuso Horário do Estado. Assim como tantos outros acreanos me sinto enganado, feito de tolo, não por ter participado, torcido, trabalhado e votado no referendo das últimas eleições, mas pelo comportamento que nossas autoridades acreanas e brasileiras estão tendo em relação ao assunto... Estão subestimando a nossa inteligência.

Sob a égide das empresas de comunicação vem a desculpa de que a retransmissão dos programas gravados, principalmente novelas,  já que pela diferença de horas não poderiam passar ao vivo devido a indicação da faixa etária isso é besteira. De que necessita de uma nova Lei para abolir a anterior que instituiu a mudança no fuso horário isso é lorota diante dos argumentos jurídicos... Então o que de fato está acontecendo mesmo?

Estou deveras desconfiado de que há sim acordo político e forte nesse meio, e se esse for o caso não podemos deixar barato. Ora bolas na Comissão de Constituição e Justiça alguns Nobres Senadores pediram vistas ao relatório do referendo. Que vistas? Não há necessidade de visibilidade maior ou de soberania do que a vontade do povo Acreano que nas eleições disseram não a uma mudança que foi imposta.

Senhores não há nem necessidade de observar a legislação somente um imbecil estaria em órgãos legislativos como o senado e não conhecesse geografia nem o meridiano de Greenwich.

Quando mais tardar o restabelecimento não do horário antigo como falam, mas sim do verdadeiro horário do Acre, ou seja, 2 horas a menos em relação ao horário de Brasília, mais alguns políticos perdem credibilidade, mais os opositores ganham espaço no campo fértil da politicagem e quando a nós cidadãos que nos preocupamos com essas situações aflitantes, passamos a acreditar que a política e algumas leis não passam de uma verdadeira palhaçada mesmo.

Aliás, como acreditar em legisladores se no Brasil até mesmo a Comissão de educação da Câmara Federal tem como um dos seus membros o deputado Tiririca. Estou quase acreditando que se tivéssemos mais tiriricas e inclusive representando o Acre no Senado e na Câmara talvez problemas como o do horário do Acre ainda não estivesse emperrado.

Enfim, depois dessa postagem vou colocar a imagem ilustrativa do post, que é de um adesivo automotivo que já circula pelas ruas da capital acreana como gadget (figura na barra) ao lado.

Vamos ver até onde vai este embrólio...

Resultado do vestibular da Ufac é anulado pela Justiça Federal

Segundo o MPF, houve ilegalidades no edital quando a Ufac exigiu a validade mínima das carteiras de identidade para pessoas com menos de 18 anos.
Jaidesson Peres, da Agência ContilNet

A pedido do Ministério Público Federal (MPF), o Tribunal Regional Federal da 1ª Região anulou nesta sexta-feira (25) o resultado do vestibular 2011 da Universidade Federal do Acre (Ufac), realizado no nos dias 14 e 15 de novembro do ano passado.

Na ação civil pública com pedido de antecipação de tutela, o procurador da República Ricardo Gralha Massia alega que “o certame foi maculado por exigências ilegais e arbitrárias que impediram vários candidatos de participar do concurso, afetando não só o direito individual dos candidatos ao certame, mas também, malferindo a isonomia ao não observar as condições de igualdade”.

Segundo o MPF, houve ilegalidades no edital quando a Ufac exigiu a validade mínima das carteiras de identidade para pessoas com menos de 18 anos sem amparo na lei, além de ter não cumprido por parte dos fiscais essa exigência em alguns locais de provas, o que causou tumultos e insatisfação entre candidatos.

“Entende que houve legítima aprovação, mas não houve classificação legítima. Não se questiona o mérito dos alunos aprovados. Afirma-se que a proibição de participar do certame a mais de 200 alunos interferiu, sim, na classificação. Sendo assim, entende que o resultado é ilegítimo”, diz no despacho o relator substituto, juiz federal Alexandre Jorge Fontes Laranjeira.

A reitora da Ufac, Olinda Batista, afirmou que ainda não foi comunicada pela Justiça Federal sobre o cancelamento do vestibular, mas, depois de ser notificada, pretende recorrer da decisão.

Um dia após a realização do vestibular vários estudantes recorreram ao MPF por terem sido impedidos de participar do certame. A Ufac argumentava que as carteiras de identidade estavam fora do prazo de validade. No entanto, de acordo com alguns candidatos, outras pessoas teriam feito as provas com a mesma situação documental, demonstrando falta de critério uniforme.

Em dezembro do ano passado, o juiz federal Jair Facundes o indeferiu o mesmo pedido do MPF. Para ele, a solução seria a “reparação individual”, em dinheiro, “elevada o suficiente para obrigar a Ufac a ter mais zelo no trato com as pessoas”.

Morre o escritor Moacyr Scliar

O escritor e médico gaúcho escreveu mais de setenta livros e, desde 2003, era membro da Academia Brasileira de Letras
ÉPOCA ONLINE
Scliar publicou mais de 70 livros
O escritor gaúcho Moacyr Scliar, de 73 anos, morreu na madrugada deste domingo (27) no Hospital de Clínicas em Porto Alegre, por falência múltipla de órgãos devido às consequências de um acidente vascular cerebral (AVC). Ele sofreu o AVC em 17 janeiro, quando se recuperava de uma cirurgia no intestino.

O velório ocorre nesta domingo, na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre, a partir das 14 horas. O sepultamento será na segunda-feira, em cerimônia fechada a familiares e amigos.

Biografia de Moacyr Scliar
Moacyr Jaime Scliar nasceu em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, em 23 de março de 1937. Filho dos imigrantes judeus José e Sara Scliar, oriundos da Bessarábia (Rússia), Scliar cresceu no bairro Bonfim, tradicional reduto judeu na capital gaúcha. Foi alfabetizado pela mãe, que lhe deu o nome de Moacyr após ler o romance Iracema, de José de Alencar. No final da década de 40, transferiu-se para um colégio católico, onde fez o curso ginasial.

Em 1962, publicou seu primeiro livro, Histórias de um Médico em Formação, um apanhado de contos sobre sua vida de estudante de medicina. Formou-se médico no mesmo ano. Em 1963, começou a trabalhar como médico fazendo parte do Serviço de Assistência Médica Domiciliar e de Urgência (SAMDU) de Porto Alegre. Casou-se, em 1965, com Judith Vivien Olivien, com quem teve um filho, Robertto.

O livro de contos O Canavial das Animais, sua segunda publicação, é de 1968. Aliás, Scliar considerava essa obra sua verdadeira estreia no mundo da literatura. Autor de mais de 70 livros e eleito para a Academia Brasileira de Letras (ABL) em 2003, Scliar recebeu diversos prêmios ao longo de sua carreira, sendo o último, o Jabuti, por Manual da Paixão Solitária, em 2009. Seus livros estão traduzidos em 12 idiomas. Entre suas obras mais importantes estão O Exército de um Homem Só (1973), O Ciclo das Águas (1975), O Centauro no Jardim (1980) e A Estranha Nação de Rafael Mendes (1983).

Suas obras trazem temas como a realidade social da classe média brasileira, a medicina e o judaísmo, muitas vezes com um flerte com um imaginário fantástico.

Além dos livros, Scliar foi colaborador dos jornais Zero Hora e Folha de São Paulo. Teve textos adaptados para a televisão, teatro e cinema. Foi professor visitante da Brown University (Departament of Portuguese and Brazilian Studies) e da à Universidade do Texas.

Em outubro do ano passado, com a eleição de Dilma Rousseff, Scliar escreveu, a pedido de ÉPOCA, qual seria o desafio da nova presidenta:
"O desafio do próximo presidente será transformar o Brasil num país leitor. Isto compreende:
1) completar a erradicação do analfabetismo, inclusive o chamado "analfabetismo funcional", pelo qual a pessoa, mesmo alfabetizada, não consegue ler e compreender um texto;
2) colocar o texto ao alcance da população, seja sob a forma de livros impressos seja sob a forma de livros eletrônicos;
3) reforçar o papel da escola na formação e motivação de leitores;
4) implementar o conceito de "famílias leitoras", da Unesco, através do qual os pais estimulam os filhos a ler."

Tipo raro de raio cai em seis lugares de uma vez

Inpe grava descargas pela primeira vez em alta definição e alta velocidade

Marco Túlio Pires
O grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat), ligado ao Instituto de Pesquisas Espaciais (Inpe), divulgou as primeiras imagens de raios gravadas no Brasil por câmeras de alta velocidade e alta resolução. O projeto, chefiado pelo engenheiro eletricista Antonio Varela, pretende criar uma rede automatizada de câmeras para o monitoramento de descargas elétricas durante as tempestades.

A rede vai permitir analisar características dos raios raramente observadas devido à interferência de outros fenômenos, a começar pela chuva. As imagens foram gravadas a partir da torre de controle do Centro Técnico Aeroespacial (CTA) em São José dos Campos, São Paulo. A ideia do engenheiro é, no futuro, construir modelos tridimensionais dos raios a partir de imagens de tempestades, gravadas a partir de pontos de vista diferentes — feito inédito no mundo.

Alguns raios, segundo Varela, são raros. 'A primeira e a segunda descargas, juntas, tocam o solo em quatros pontos diferentes', explica. Em seguida, continua, outras duas descargas concluem o fenômeno, totalizando 6 pontos diferentes de contato, o máximo já registrado. De acordo com o engenheiro, os raios atingem, em média, dois pontos diferentes, e podem atingir até 20 vezes o mesmo lugar em menos de 1,5 segundo.

Varela ainda explica que a luminosidade que permanece após a descarga atmosférica é mais nociva às redes elétricas do que a descarga em si. 'Quando o canal do raio fica aceso, ele continua transmitindo energia para o solo por até um ou dois segundos. Isso pode queimar os aparelhos ligados às tomadas'. A descarga atmosférica que causa o estrondo, explica Varela, dura apenas 1 milissegundo (a milésima parte de um segundo).

'O ar normalmente não é condutor de eletricidade', diz Varela. 'A não ser quando a quantidade de energia é muito grande.' Conforme o engenheiro, é isso que explica o caminho tortuoso do raio. 'Ao mesmo tempo, do solo surgem descargas que vão ao encontro da que está descendo', explica o pesquisador.

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Frase do Dia.


"A sabedoria da vida é sempre mais profunda e mais vasta que a sabedoria dos homens."
Máximo Gorki

Azedou-se de vez

Ontem pela tarde tive acesso a informações seguras de que a Câmara municipal de Xapuri, expedirá ofício convidando a Direção do Detran do Acre, para prestar esclarecimentos sobre a atuação dos “educadores de trânsito” e “agentes de trânsito” que trabalharam durante as festividades da Festa de São Sebastião em Xapuri, o que esse blog já havia denunciado a forma abusiva com que esses funcionários atuaram durante suas permanências no município e que para a surpresa de todos ganharam menção de elogio publicado no Diário Oficial do Estado.

O órgão em Xapuri é representado por dois funcionários que sempre pautaram no mais alto profissionalismo, sendo que nenhuma queixa da população recai sobre os mesmos desde as suas lotações, já que o atendimento sempre ocorre com a polidez necessária e peculiar aos dois funcionários. Quanto aos agentes que multam, que são policiais locais, nunca se soube de excessos cometidos, queixas uma vez ou outra é claro que há, porém dentro de um quadro estatístico normal, posso até dizer mínimo. O problema é justamente a “galera de fora”

Queixas de todos os cantos ecoaram durante as festividades, e aconteceu inclusive de autoridades locais em entrevistas dizer que tudo transcorria em plena normalidade... mentira... Abusos de autoridade, descomprimento do dever... Arrogância, entre outras mazelas ocorreram nesse período.

Para minha surpresa os dois casos em que presenciei e alguns que vieram me contar, fossem um conjunto de algumas situações, porém descobri através da Sessão realizada dia 15 de fevereiro na abertura do ano legislativo na Câmara Municipal, que esses casos seriam apenas a ponta de um imenso iceberg. Na sessão dos nove Vereadores, 07 usaram da tribuna apenas para denunciar a ação do Detran durante as festividades no município.

Houve vereador que foi humilhado somente porque tentou verificar o que estava ocorrendo em via pública, teve carteira apreendida e ainda saiu dirigindo o carro, blitz em horários de pico frente a locais de maior movimento, causando transtorno imensos e pasmem engarrafamento em Xapuri, condutor multado e com CNH retida na porta do cemintério municipal quando chegava ao enterro de sua genitora, Vereador que fora parado diversas vezes e estava tudo bem e somente depois recebera a multa via correios entre tantos outros casos citados naquela sessão e registrado em Ata.

Particularmente gostaria muito de saber qual a desculpa para tantos problemas causados por uma equipe que seria “educativa” mas que na verdade estavam com a caneta mais que nervosa, a língua afiada e com o ‘sentimento de todo poderosos” e que de forma vergonhosa receberam menção de elogio da Direção do Órgão de Trânsito... isso não é meio dúbio?

Ultimamente a Policia Civil e Militar de Xapuri tem realizados excelentes trabalhos no que referem a prisão de traficantes e na elucidação de pequenos crimes, que merecem de comenda e cadê? Cadê a publicação de elogio à Promotoria de Xapuri? Ou a outros órgãos? Ou a política de conceder elogio a servidores estaduais no diário Oficial do Estado será pautada somente para aqueles que vilipendiam os direitos principais dos cidadãos.

Aqui não meus nêgos!!! Bela iniciativa da Câmara Municipal de Xapuri, agora vamos ver se quando a autoridade representativa do Detran estiver dando as suas explicações, se isso ocorrer, os nobres Vereadores não amoleçam seus discursos, que aí meus caros amigos, não sou sensitivo mas vejo uma abalo certo na forma de como os vejo e respeito.

República Pizza Bar

Durante a semana a empresária Anne Duarte, fez a gentileza de deixar em minha residência o convite/folder de inauguração de seu novo empreendimento que realizar-se-á hoje em Epitaciolândia, a partir das 17:00hs.

Como a amiga empresária sempre primou pelo bom gosto, tenho certeza que o novo empreendimento ser tornará um sucesso e uma opção para a galera que gosta de um bom ambiente e é claro boas comidas, que terá como carro chefe massas, inclusive com rodízios sempre as terças-feiras.

Em conversa anterior com a colega, Ela havia me informado que o novo ambiente funcionará de terça à domingo e contará com um sugestivo cardápio para as pessoas que gostam de um bom papo, rodeado de amigos.

Infelizmente devido o meu estado de saúde não poderei estar presente, porém antecipadamente desejo sucesso ao novo negócio.

Em tempo: nos dias 05/06/07 e 08 de março a partir das 11:00hs a Casa promoverá a 1ª Feijoada da Folia República Pizza Bar, segundo a proprietária as camisetas/abadas já estão à venda no local.

Cultura quase útil..


Em minhas noites de insônia acabei por fazer parte de alguns grupos de discussão... Grupos de estudos... E um dos integrantes encaminhou o intrigante email, que vale a pena dar uma olhada nas expressões rotineiras que se transformaram em verdadeiras armadilhas da Língua Portuguesa

“HOJE É DOMINGO PÉ DE CACHIMBO... e eu ficava imaginando como seria um pé de cachimbo, quando o correto é: HOJE É DOMINGO PEDE CACHIMBO... Domingo é um dia especial para relaxar e fumar um cachimbo ao invés do tradicional cigarro (para aqueles que fumam, naturalmente...).

No popular se diz: 'Esse menino não para quieto, parece que tem bicho-carpinteiro' "Minha grande dúvida na infância... Mas que bicho é esse que é carpinteiro, um bicho pode ser carpinteiro???" Correto: 'Esse menino não pára quieto, parece que tem bicho no corpo inteiro'

Batatinha quando nasce, esparrama pelo chão.' Enquanto o correto é: ' Batatinha quando nasce, espalha a rama pelo chão.' "Se a batata é uma raiz, ou seja, nasce enterrada, como ela se esparrama pelo chão se ela está embaixo dele?"
'Cor de burro quando foge.' O correto é: 'Corro de burro quando foge!'"Esse foi o pior de todos! Burro muda de cor quando foge??? Qual cor ele fica??? Porque ele muda de cor???"

Outro que no popular todo mundo erra:'Quem tem boca vai a Roma.' "Bom, esse eu entendia, de um modo errado, mas entendia! Pensava que quem sabia se comunicar ia a qualquer lugar!" O correto é: 'Quem tem boca vaia Roma.' (isso mesmo, do verbo vaiar).
Outro que todo mundo diz errado, 'Cuspido e escarrado' - quando alguém quer dizer que é muito parecido com outra pessoa. O correto é: 'Esculpido em Carrara.' (Carrara é um tipo de mármore)

Mais um famoso.... 'Quem não tem cão, caça com gato.' "Entendia também, errado, mas entendia! Se não tem o cão para ajudar na caça o gato ajuda! Tudo bem que o gato só faz o que quer, mas vai que o bicho tá de bom humor!" O correto é:'Quem não tem cão, caça como gato.... ou seja, sozinho!'
Vai dizer que você falava corretamente algum desses? Mas o importante mesmo é fazer-se entender, o resto é outra história.

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Imagem do Dia

O click acima é da última procissão de São Sebastião de Xapuri, e demonstra que a religiosidade popular mantém-se vívida, o que movimenta a fé dos populares a cada ano há mais de 100 anos nas festividades em Xapuri.

Saúde de Primeiro mundo!!! Conta Outra


Há mais de 26 dias que venho postando minhas impossibilidades de atualizar o espaço devido problemas de saúde, e como segundo o Governo do Estado do Acre, aqui é o melhor lugar para se viver e que entre os atrativos seria uma pseudo-saúde de primeiro mundo, devo discordar.

Estou com sérias limitações de saúde unicamente porque o medicamento “talidomida” que tenho que fazer uso contínuo para coibir reações de uso prolongado do MDT-Combi proveniente do tratamento de hansen, tratamento esse que há mais de um ano recebi alta, simplesmente desde janeiro não foi adquirido pelo Governo Estadual, e como é medicamento controlado pelos órgãos governamentais, devo resignar-me ao bom senso da Secretaria de Estado de Saúde e pelo bom senso dos Gestores do Sistema par que adquiram o medicamento para no mínimo amenizar os efeitos sofridos (febre intensa, dores musculares, inchaços, vertigens, perda de peso entre outras), já que infelizmente por se uma droga altamente perigosa e de controle internacional não se é vendida em farmácias.

O que mais me emputece nessa história é que cada vez mais o Acre quer vender uma imagem de que está tudo bem com a saúde, educação, segurança etc... e quando vemos que simples histórias como essas a simples aquisição de um medicamento é tão enrolada quanto palha de aço.

O que adianta exigirem os extremos dos profissionais da área de saúde, se as estruturas de gestão ainda são um grande empecilho. Será que mesmo tendo um Governador médico no nosso Estado continuaremos com uma saúde capenga que funciona apenas nas peças de marketing, uma saúde que está muito mais preocupada com prédios bonitos e obras de arte para decoração dos seus interiores do que propriamente dos usuários do sistema.

Sinceramente acredito que é chegado o momento de pensarmos o que realmente importa se é a propaganda ou as pessoas, por que até agora o marketing do tudo certo, tudo belo, tudo ok infelizmente é o que tem funcionado.

Em tempo: estarei aguardando até a próxima segunda feira 28/02 pelo fornecimento do medicamento em caso negativo já estou preparando ação a ser oferecida ao Ministério Público como forma de exigir de forma imediata o fornecimento. Não serei hipócrita em dizer que não me beneficiarei diretamente, porém servirá para que tantos outros que também fazem uso de tal medicamento sejam beneficiados.

Imazon acusa 'aumento expressivo' do desmatamento na Amazônia


Detecção em dezembro de 2010 foi 994% maior que um ano antes. Cobertura de nuvens impossibilitou análise de 70% da região.
Do Globo Natureza, em São Paulo
O Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), organização que faz um levantamento paralelo ao oficial da devastação na região amazônica, registrou desmatamento de 175 km² de floresta em dezembro. A estimativa está em relatório do órgão divulgado nesta quarta-feira (23).
Mapa do Imazon mostra pontos de desmatamento detectados em dezembro.
(Foto: Reprodução)
De acordo com o instituto, o número representa um “aumento expressivo de 994% em relação a dezembro de 2009, quando o desmatamento somou somente 16 km²”. Já em janeiro de 2011, foram registrados 83 km² de desmatamento, o que representou um aumento de 22% em relação a janeiro de 2010 quando o desmatamento atingiu 68 km².

O instituto destaca que os números podem estar subestimados. Em dezembro de 2010, assim como em em janeiro de 2011, foi possível monitorar somente 30% da Amazônia. Os outros 70% estavam cobertos por nuvens, dificultando a análise, em especial no Amapá, Pará e Acre, que tiveram mais de 80% da área florestal cobertos por nuvens.

Degradação
O Imazon detectou ainda 541 km² de florestas degradadas (parcialmente destruídas) em dezembro e 376 km² em janeiro. Os números também são maiores em relação a um ano antes. O instituto estima que o carbono emitido pelo desmatamento no período de agosto de 2010 a janeiro de 2011 (seis primeiros meses do chamado "calendário de desmatamento") foi de 13,9 milhões de toneladas.

Em dezembro, Rondônia contribuiu com 43% da área total desmatada na Amazônia Legal. Mato Grosso teve 31% e o Amazonas, 16%. Nos outros estados, o desmatamento foi proporcionalmente menor, ficando o Pará com 5%, o Acre com 4% e Tocantins com 1%. O desmatamento detectado no Pará, no entanto, foi menor possivelmente devido à densa cobertura de nuvens.

Em janeiro de 2011, a devastação foi maior em Mato Grosso, com 57%. O estado foi seguido do Pará, com 20%, e Rondônia, com 18%. O restante ocorreu no Amazonas (4%) e Roraima (1%).

Dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), que faz o levantamento oficial da destruição da floresta amazônica, já indicavam um aumento da devastação no fim do ano passado, em comparação a 2009.

Histórias de Meio Mundo


O amigo Claudio Silva, encaminhou uma reportagem do Diário do grande ABC paulista datada do dia 21 com o sugestivo título Esse cão é meu e seu, ele é comunitário, nada de especial em primeira mão, porém o fato ocorre em rua no município de Diadema por nome de Xapuri, daí o meu interesse:

“Fubú chegou à Rua Xapuri, na Vila Conceição, em Diadema, quando ainda era filhote. No dia de Natal, a vizinhança se reunia nas calçadas para um churrasquinho. O cheiro da carne atraiu o vira-latas, que caiu nas graças dos moradores. Resultado: oito anos depois, Fubú ainda recebe cuidados dos que vivem ali. Ele se tornou um cão comunitário, reconhecido pela Lei Estadual nº 12.916.

Conforme o artigo 2º da lei, cão comunitário é aquele que estabelece com a comunidade em que vive laços de dependência e de manutenção, embora não possua responsável único e definido. A dona de casa Irene Marzola da Silva, 70 anos, é uma das principais donas de Fubú. É ela quem dá banho e, nas noites frias ou nos dias quentes, disponibiliza o quintal para que ele possa se abrigar.

Em troca, o animal de porte médio se tornou o cão de guarda da rua. "É só um estranho passar por aqui que ele começa a latir. Alguns se assustam, mas ele nunca mordeu ninguém", defendeu.

Apesar da fama de valentão, Fubú também sabe ser carinhoso e companheiro. A faturista Helena Ramos, 27, lembra-se bem da época em que ela e o marido, o inspetor de qualidade Fernando Cardoso de Brito, também 27, namoravam. "O Fubú acompanhava o Fernando até onde ele morava", relembrou Helena.

Nesta época, Brito percorria a pé a distância de pelo menos 15 minutos, e o cão trotava atrás dele como se precisasse protegê-lo. "Na primeira vez trouxe ele de volta porque fiquei com medo que se perdesse. Mas depois vi que ele sabia o caminho, então fiquei tranquilo", comentou.

Fubú segue latindo para os caminhantes, comendo pão com mortadela e curtindo sua vida de liberdade, mas com algumas regalias de cão com vários donos para mimá-lo.”

Já pensou se a moda pega por essas bandas, pelo menos não veríamos cenas degradantes de abandonos de animais que nos leva a pensar quem de fato são os animais irracionais, eles ou nós que somos capazes de tamanhas crueldades.

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Charge do Dia!!!

Peço desculpas aos leitores, já que a partir de hoje as atualizações do espaço ocorreram sempre no final da tarde, já que estou retornando de férias e como a vida de Professor não é nada mole, tenho que dedicar toda minha minha manhã e tarde aos meus afazeres pedagógicos, porém sempre estarei atualizando.

Algumas reclamações sobre as últimas postagens que publiquei sem fotos, ocorreu devido o meu impedimento de estar presente nos locais, já que estava com problemas de saúde.

Abraços a todos os leitores
E Tenham um excelente início de semana.

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Crime Ecológico

Blogueiro Indignado -  Joscíres Ângelo
Ainda na terça-feira pela manhã, em conversa com a Profª. Eliana Pereira tomei conhecimento de que mais uma vez uma árvore histórica de Xapuri e que faz parte da cultura e do cotidiano de uma parcela significativa de Xapuri  estaria morrendo de forma que levaria até mesmo a sugestionar que alguém deliberadamente estaria provocando tal ato. Naquela mesma manhã passei mal e tive que sair as pressas do trabalho e naquele instante tentei ser parado pelo amigo e leitor Carrilho que inclusive utiliza-se da frondosa sombra, "agora nem tanto" para vender seus produtos, justamente para falar-me sobre o mesmo assunto... infelizmente como estava a caminho do médico não pude dar maior atenção.

O que de fato está ocorrendo segundo informações recebidas por esse blogueiro é que uma pessoa não se sabe  por brincadeira ou por conhecimento prévio efetuou uma série de perfurações no tronco da árvore (benjamin) que fica localizado na Rua Coronel Brandão (principal rua da cidade) e nas imediações da Agência do Banco do Basa, e que ficou conhecido como o Benjamin do Cafezinho da Dona Maria já que mesmo embaixo da árvore fica a tradicional Barraca de Café da Dona Maria, onde dezenas de pessoas, quiçá centenas de xapurienses, todos os dias se deliciam com cafés, sucos, mingaus, pão de milho, tapioca e outras delicias... Por fim após apresentar tais perfurações onde já surgiram histórias que foram colocados alguns tipos de produtos no interior a árvore que está secando e definitivamente morrendo.

Não é a primeira vez que isso ocorre em Xapuri, eu memo já causei confusão em denunciar a morte "natural" do apuí que embelezava a frene da Casa Memória Chico Mendes, porém frente a projetos urbanisticos em que não continha a bendita árvore nada foi feito, o laudo deu morte natural, agora esse Benjamin deve ser muito bem invetigado, está implícito crime ambiental se as perfurações tiverem causado o estrago visto.

Seegundo informações o Prefeito Ubiracy Vasconcelos já está sabendo da informaçãonão e não vem medindo esforços para descobrir quem é ou quem são os responsáveis pelo envenenamento do pé de Benjamin que é  patrimônio histórico da praça central municipal, e para isso já solicitou a ajuda de biólogos da Universidade Federal do Acre para que seja feito um laudo técnico, sobre que tipo de veneno matou a árvore. O prefeito petista vai levar o caso ao Ministério Público Estadual.

Engraçado que em conversa recente com o ex-prefeito Jorge Akel Hadad conversávamos justamente sobre algumas palmerias imperiais existentes em Xapuri e sobre alguns dos pés de Benjamin e acabei por descobrir que muitos deles foram trazidos de Belé-pará pelo então Prefeito na época o nosso saudoso Jorge Kalume que numa Charrete e o próprio Jorge Hadad ainda garoto plantaram muitos dessas árvores já que na época existia muitas mangueiras e algumas Castanholas que também foram frutos do esforço de Jorge Kalume e do nosso Museu Vivo Antônio Zaine. Portanto aí está mais um motivo para que a arvore dessa questão não seja tratada apenas como uma "simples árvore' e sim como um patrimônio histórico-cultural com alto valor para a socidade xapuriense.

Me faz lembrar que a história e a Legislação Vigente desta vez está do lado do Poder Público e da Verdade para punir severamente os culpados, por crime ambiental e por destruição de patrimônio público, já que na administração passada tentaram construir  processo no ex-prefeito Vanderley sob a alegaçao de que teria matado as castanholas da Praça São Sebastião quando de uma poda mais agressiva e até mesmo Plácido de Castro meteram no tempo errado da história... tá certo que isso era mais piada.... mas que agora os indícios são visiveis devido a morte eminente da árvore.

Que se faça justiça, não podemos deixar que simplesmente a bel prazer alguém ou alguns saiam por ai matando árvores, já pensou se a moda pega?
com informações do AC24horas

Noticias mais do que boas "Bótimas"

Logo cedo acordei com uma energia incomum, talvez eu continua a tomar os medicamentos em uso... e em pesquisa pelo site da Agência de Noticias do Acre e do Colega Blogueiro Raimari  Cardoso(http://www.raimari.blogspot.com/) tomei ciência dos reais motivos da visita do Governador Tião Viana, ocorrida no dia de ontem em Xapuri.

Fiquei deveras feliz por ver que o Governador cumpriu com a palavra dada e isso deve ser parabenizado. Prometeu melhoramentos nas ruas de Xapuri, e já havia iniciado com o recapiamento asfáltico da Rua Major Salinas, pouco mais de 500m para o vinte de janeiro e agora convenia mais de 8 km de ruas a serem pavimentadas o que segnifica a resolução de mais de 50% da necessidade existente hoje em Xapuri.

Quanto a Zona Rural o Governador entregou uma Patrulha Mecanizada, com mais de 10 equipamentos "zero bala", entre caçambas, maquinas pesadas entre outros, o que se for bem utilizado de forma logisticamente a atender a demanda de serviço por grupo unificado de serviço, poderá esse ano de 2011 entrar na história dos ramais no que tange a conservação, ou ainda poderá denunciar a falta de traquejo de administrar a utilização de tais equipamentos.

O  anúncio da duplicação da fábrica de Camisinhas e ainda da criação da fábrica de luvas cirurgicas, obras orçadas em R$ 50.000.000,00 (cinquenta milhões de reais), representará uma injerção de oferta no mercado de trabalho local creio eu em mais de 300 postos de trabalho  entre a construção e o inicio de funcionamento.

É, para os incrédulos, me parece que 2011 será um ano bem diferente... e para os não desistem nunca fica o velho provérbio popular... depois da tempestade vem sempre a bonanza..

Que assim seja!!!

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Hospitalizado

A ausência de postagens no blog desde o sábado passado deu-se por questões de saúde do blogueiro devido a uma série de infecções, em decorrência do uso prolongado por mais de 1 ano e meio do medicamento DMT, utilizado no  tratamento de "hansen", situação encarada como normal e prevista por um período de ocorrência não inferior "pasmem" a cinco anos. situação essa que me deixou praticamente impossibilitado de trabalhar na segunda e que me derrubou na terça-feira, fazendo com que na madrugada de quarta fosse conduzido via SAMU ao Hospital Hepaminondas Jácome de Xapuri para maiores cuidados médicos.

Aos mais pessimistas poderiam até imaginar que o que  estaria me levando a escrever de dentro de uma casa de saúde - (ainda internado) - seria reclamações ou uma crítica no atendimento, na qualidade de algum profissional ou simplesmente questionar, já que para muito o que gosto mesmo é colocar lenha na fogueira. MAS NÂO DESTA VEZ. Nesta minha estada pude constatar o quão humano o atendimento dentro do que se é possivel fazer o hospital de Xapuri realizou comigo e com os pacientes que me ladeavam.

Especificamente comigo, desde o atendimento recebido na minha casa pelos atendentes do SAMU aos médico e enfermeiros plantonistas, sempre foram educados, extremamente cortezes e atenciosos, em suma toda a equipe tem se mostrado que se é possível humanizar o SUS. Gostaria muito de agradecer a Coord. do Programa da Hansen no Município, que s empenhou rapidamente em conseguir medicamento disponivel somente em Rio Branco.

Mas é claro que se eu não reclamasse denada não seria bem uma postagem estilo Joscires. Já se investiu no que se é principal nas pessoas, isso eu já constatei e elogio, agora convenhamos que o nosso velho guerreiro (Hospital Epaminondas Jácome) merece de uns investimentos na área física, as macas/camas, se eu não estiver enganado ainda são da época em que a instituição era dirigido pelas Irmãs Servas de Maria, ou seja década de 60/70 estão todas já praticamente se desfazendo, e segundo informações não é de hoje que a direção cobra novas camas, em segundo momento o teto da ala masculina pode até está ok, mais está com uma aparência de sujo, devido acredito eu infiltração na tinta, os banheiros da ala masculina necessitam de adequações são estreitos, as portas baixas ou seja impedem o paciente de passar livremente com o suporte de soro. E a mais grave de todas a recepção do hospital está com a laje visivelmente comprometida, com rachaduras e visivel erro de construção. Claramente são situações que é de responsabilidade do orgão de gestão do Sistema (Secretaria de Estado) e não propriamente dos gestores locais.

Que tal mais uma reforminha senhores, ai sim vamos unir o investimento já bem realizado nos funcionários com a melhoria do ambiente.

EM TEMPO
Fui informado no final da tarde que um veículo marca Wolks modelo Gol, tombou nas proximidades do Ramal do Polo da Variante, não havendo vítimas confirmadas, já que o condutor fugira do local não causando terceiras vítimas também. O mais estranho é que segundo informações apuradas o véiculo havia sido pedido emprestado ao seu proprietario por um amigo para levar seus familiares ao "polo da variante" chegando no local ditraindo-se com os familiares teve as chaves furtadas por um dos amigos que saiu com a carro para a estrada semi pavimentada para mostrar suas habilidades, provando que é um péssimo motorista e um inrresposável, capotando o veículo e evadindo-se do local antes da chegada da polícia e da equipe de resgate.

Maiores informações seráo divulgadas posteriormente.

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Imagem do Dia

O Click acima é de autoria do colega educador Edilucio Siqueira e mostra um pouco do quão é belo o centro de Xapuri, visto de cima, protegido por inúmeras arvores.
Aos leitores peço desculpas pela não publicação ontem e de fatos relacionados a Xapuri no dia de hoje, devido alguns problemas de saúde deste blogueiro, entretanto para o final de semana estou fechando algumas informações sobre uma postagem mais que interessante e que mais uma vez vai causar “caras e bocas” por arte de algumas pessoas de Xapuri... mas como já me havia me comprometido com os leitores desse espaço, é cobrança justa, portanto é cobrança para o Xapuri News.

Boa Sexta a todos!!!

SÓ NO ACRE


Publicado Originalmente no Blog Ambiente Acreano
Evandro Ferreira
Deu no jornal A Tribuna. Os agentes penitenciários se reunirem na ultima quarta (9) para discutir propostas para 2011. E uma delas causou estranheza: a criação do "Programa de Agente Penitenciário nas escolas". De acordo com o presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários, Adriano Marques, a idéia é fazer um trabalho permanente para levar aos estudantes a função de um agente penitenciário.

Já imaginaram leitores, as aulas nas escolas sendo interrompidas para que Agentes Penitenciários possam explicar aos estudantes o que é e o que faz a categoria. E se a proposta do sindicato da categoria vingar, vai ser uma ação permanente. Isso significa que os agentes visitarão as escolas nos turnos matutino, vespertino e noturno?

Tem cabimento? Qual o objetivo de tal proposta? Informar aos estudantes que a profissão de agente penitenciário é "indispensável" para a nossa sociedade? Desde quando?

Se a notícia não estivesse publicada, não daria para acreditar que isso é mesmo uma iniciativa do sindicato da categoria. Alguém precisa informar ao presidente desse sindicato que ninguém quer saber o que é e o que fazem esses agentes...os estudantes nas escolas precisam ser informados de assuntos mais relevantes: dicas de saúde, bem estar, práticas sustentáveis, relações humanas, solidariedade. Temas indispensáveis para a melhoria da situação social crítica por que passa nossa sociedade.

Ademais, visitas recorrentes de agentes penitenciários em escolas poderão resultar, isso é quase uma certeza, em queda no rendimento escolar dos alunos. E se o programa vier a ser implementado, alguns dos membros do sindicato ganharão visibilidade junto a milhares de estudantes. Mas ai fica a pergunta: agente penitenciário precisa mesmo ganhar visibilidade? Com qual objetivo?

Como no Acre tudo, ou quase tudo que se faz tem um ou outro objetivo político - pois aqui a política é um dos ingredientes principais do cotidiano -, vamos esperar as próximas eleições para ver no que isso vai dar.

Últimos vestígios vivos da história de Lampião

Me surpreendi ontem, qunado em pesquisa pela, quando tomei conhecimento que norreu, aos 96 anos, último integrante da volante que matou Lampião, primeiro porque não sabia que ainda existia remanescentes desta história do Brasil, que se tornou uma das primeiras hist´rias de resistência do povo nordestino contra a fome e miséira. A história de Lampião foi contada, recontada, mistificada, adaptada em diveros trabalhos acadêmicos, cinema, teatro e passou definitivamente  a fazer parte do cenário hist´rorico brasileiro. O engraçado que de vilão Lampião passou a ser considerado a maior figura de resistência  do povo nordestino. Elias Marques estava internado no Hospital Xingó, em Piranhas (AL). Ele foi velado em sua residência, em Olho D'Água do Casado (AL).

O ex-volante Elias Marques Alencar, 96 anos, era o último integrante, ainda vivo, da volante que matou Lampião, em 28 de julho de 1938, na Grota de Angicos, em Poço Redondo (SE), segundo a reportagem  estava internado no Hospital Xingó, em Piranhas, e morreu de falência múltipla dos órgãos. "Estive com ele na semana passada e me pareceu bem, estava disposto, apesar da idade avançada", disse João de Sousa Lima, historiador e especialista em Cangaço.

O corpo foi velado em sua residência, no Centro de Olho D'Água do Casado (AL). Segundo Sousa, Elias fez parte da volante do tenente João Bezerra, que atacou de surpresa o bando de Lampião, formado por Maria Bonita e mais nove cangaceiros, em 1938.


Em 20 de dezembro de 2010, também faleceu Antonio Vieira, 98 anos, em Delmiro Gouveia (AL). Ele era soldado da volante do grupo do aspirante Francisco Ferreira e lutou ao lado de Elias Marques. Antonio foi um dos primeiros a realizar o cerco a Lampião e seu grupo.

O interessante é que lendo a resportgem fiquei imaginando que daqui algumas décadas talvez o MST (Movimento dos Sem Terra),poderá configurar nas listas de heróis brasileiros e será esquecido todos os problemas causados de violência e de desrespeito a propriedade particular, assim foi com Lampião assim será com o MST.


Definitivamente não se fazem heróis como antigamente

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Imagem do Dia...

Na foto do dia, está o click solicitado pelo amigo xapuriense Áurio Batista, de uma das árvores símbolos do nosso querido Acre, já que no estado que o mesmo reside é impossível ver tão beleza natural.

Ainda Resisto em acreditar que o Acre vale tão pouco

Os últimos acontecimentos nacionais acerca dos apagões no Nordeste e agora em uma pequena parte que não representa sequer 1% da Região Sudeste, fizeram-me deveras ficar pensativo sobre o comportamento das autoridades de lá (Nordeste e Sudeste) com as nossas (acrianas) “escrevo em minúsculo mesmo”, senão vejamos a diferença básica.

O estado do Acre desde a implantação do linhão sofre com constantes e sucessivas interrupções que o diga principalmente a Região do Alto Acre, que em 2010 a empresa fornecedora (Operadora do Sistema) atingiu o ápice da falta de respeito, chegando inclusive em um único dia interromper o fornecimento em até 18 vezes, já que quando a interrupção ocorria uma única vez era “normal”.

Desde agosto de 2010 praticamente o Acre todo vem sofrendo com os blackouts digitais da Operadora OI que sempre dá a mesma desculpa de rompimento da Fibra Ótica em Rondônia, esse ano de 2010 estamos em fevereiro e já ocorreram três apagões, causando inúmeros prejuízos aos cidadãos e algumas empresas, inclusive prejuízo financeiro, já que no último blackout até mesmo este blogueiro se ferrou devido a impossibilidade de realização de transação bancária.

Até mesmo a Floresta Digital , internet wireless gratuita oferecida pelo Governo do Acre, via Rádio permaneceu do dia 30 de dezembro de 2010 ao dia 23 de janeiro de 2011, sem uma virgula ter sido cobrado dos nossos representantes.

Acontece que os últimos apagões da Região Nordeste e Sudeste ocorreram na semana passada e no inicio desta e já pude constatar no noticiário o volume de ações contra o sistema operador daquelas região, o verdadeiro levante das Assembléias Legislátivas, Câmaras Municipais, Governos Estaduais, Câmara Federal e Poder Judiciários e no Acre oque foi feito? NADA.......

Claro para os “defensores de plantão” poderão até sugerir que o Minstério Público exigiu explicações que alguns prefeitos e vereadores convidaram alguns Gerentes das Operadores para um “cafezinho” e outras ações paliativas e supérfluas... Mas pergunto aos senhores oque de concreto foi feito? Resolveu alguma coisa? A resposta é simples NÃO.

Nos convites realizados pelas Prefeituras e órgãos judiciais do Estado à Eletroacre a dar explicações foram tão amistosos que nas desculpas chega-se a interpretar de que nada ocorreu e que estávamos nos preocupando tolamente. Todos os representantes foram tratados como parceiros que dão o próprio sangue para fazer o sistema funcionar, e os “sinistros” ocorridos eram “normais” todo mundo se calou... Todos mesmos... E Nós consumidores ficamos a ver navios e totalmente futricados para não dizer o que gostaria.

Com os apagões digitais vai a ser a mesma coisa, porque seria diferente? Todos se calam facilmente, portanto nossos representantes políticos e nossos guardiões da justiça não vão queimar pólvora com fogo que mais parece de um palito de Fósforo, mas que diga-se de passagem está muito maior que a erupção de um vulcão, pelo menos para nós usuários.

Sinceramente toda essa história me dá uma sensação de que realmente não somos queridos, ou ainda que temos um valor insignificante diante da realidade brasileira, já que nossos problemas que possuem uma gravidade universalmente maior do mesmos quando ocorre em outras regiões e são tratados como insignificantes, ou pelo menos nossas autoridades e representantes assim os tratam.

Você também vai se calar diante dessas verdades? Esses fatos não são de seu interesse? Então meus amigos não reclamem...

Elogiando o que mesmo?

Fiquei estupefato na manhã de ontem quando lendo a publicação do Diário Oficial do Estado do Acre, precisamente na página 14 a Portaria nº. 113/2011 da Diretoria Geral do Departamento Estadual de Trânsito, em que conceder menção de ELOGIO aos a alguns servidores, como forma de reconhecimento pelo excelente desempenho nas atividades de educação e fiscalização de trânsito realizadas durante a Festa de São Sebastião, nos municípios de Xapuri e Epitaciolândia.

Bem não posso falar pelo município vizinho mais por Xapuri, posso com conhecimento de causa dier que o trabalho realizado foi uma “merda”, desde o comportamento dos agentes e educadores de transito para com os turistas até mesmo a forma desrespeitosa de tratar os condutores.

Segundo a Portaria os servidores que foram designados para exercer suas atribuições, nesses municípios durante auge da festa em janeiro, exercendo-as com brilhantismo, competência, extrema dedicação, zelo, qualidade e eficiência, demonstrando comprometimento com os demais serviçosque lhes foram confiados e com os fins buscados pelo Departamento Estadual de Trânsito do Acre – DETRAN/AC, que é o de melhor servir a sociedade acreana.

Balelas senhora Diretora.. O que foi implantado nesses dias foi uma verdadeira indústria de multas com fito de arrecadação par um órgão que não presta adequadamente com seus serviços. Não ouve educação de trânsito, ouve sim uma verdadeira caça de pequenas infrações, que sem pena e sem segunda chance eram severamente multados, que o diga até mesmo integrantes da Policia Militar de Xapuri.

Pessoas que foram embora de Xapuri antes mesmos da procissão por que foram desrespeitados por agentes e educadores de trânsito e isso merece elogio? Sugiro que dá próxima vez utilize os próprios servidores locais que fazem o possível e o impossível para atender a população e funcionários que estejam realmente preocupados com a segurança dos transeuntes e não com o cabelo, salto alto, a roupa debaixo do colete, e o caso dos agentes que tenham um ímpeto mais equilibrado, porque de “porras loucas” já estamos cheios por essas bandas e querendo nos livrar.

Sugiro à autarquia que na próxima vez que quiserem conceder Menção de Elogio que ouça primeiramente a população para que o ato não signifique nada mais que um espaço lacônico e mal utilizado no Diário Oficial do Estado.

Petecão, mesmo de férias no Nordeste, “torrou” R$ 33 mil da Câmara antes de assumir o Senado

Dentre os 513 deputados federais brasileiros, o acreano Sérgio Petecão (PMN) foi o que mais “esbanjou” a verba indenizatória da Câmara Federal no mês de janeiro: R$ 33 mil. A notícia foi dada pelo Jornal do SBT, na noite desta segunda-feira.
Foto de Férias, segundo o parlamentar
usou-as para montar sua equipe
A gastança é considerada exorbitante para o momento: foi realizada no último mês de mandato do parlamentar e exatamente no período em que ele curtia férias no Nordeste, mais precisamente nas praias de Maceió, na companhia do intrépido senador Renan Calheiros (PMDB).

Muitos parlamentares reeleitos se valem da verba para reduzir as despesas da campanha eleitoral e recompor o caixa na legislatura futura. Mas esse não foi o caso de Petecão, diz a reportagem. Ele preferiu “torrar” a verba dias antes de se despedir da Câmara Federal e tomar possa como senador. A atitude do deputado não é ilegal, admitem especialistas, mas soa imoral e antiético Veja o Vídeo

Ao todo, cada deputado tem direito a valores mensais que variam de R$ 23 mil a R$ 34 mil para custeios com passagens, hospedagem e aluguéis. “Ninguém morre debaixo de um bom sol se estiver sendo hidratado com uma boa cerveja”, teria dito o deputado, que aproveitou o “descanso” para montar o seu gabinete numa das privilegiadas alas do Senado Federal.

A reportagem não esmiúça os gastos de Sérgio Petecão com a verba indenizatória, mas entrevistou outro parlamentar que, ao contrário do senador acreano, aceitou reduzir as despesas do seu gabinete e diminuiu o número de assessores. O senador Sérgio Petecão [PMN] que se encontra em Brasília, informou no início da tarde de hoje, por telefone, que realmente gozou férias na capital “das Alagoas”, mas negou que as despesas dele e de familiares tenham sido pagas com verba do seu gabinete, quando ainda era deputado federal.

O parlamentar disse que assim como qualquer outro cidadão, também tem direito à férias e que é normal os gastos por estarem compatível com os seus vencimentos. “Não vejo crime nenhum nisso”, justificou.

Veja quanto gastou cada Deputado Federal Acreano no último mes de mandato de 2010, isso só de verba indenizatória, ou seja pagamos para eles.
Gladson Cameli [PP] - R$ 13.959,13
Henrique Afonso [PT] - R$ 14.399,38
Flaviano Melo [PMDB] – R$ 19.090,35
Ilderley Cordeiro [PPS] – R$ 20.003,91
Nilson Mourão [PT] - R$ 25.260,19
Fernando Melo [PT] - R$ 29.469,68

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Enquanto isso no nosso sofrido Acre

Charge de autoria do DIM
Publicada originalmente no Jornal A Gazeta

Definitivamente não entendo!!!

Foi-se o tempo em que ser religioso era ler sua bíblia em casa, ir ao culto/missa dominical e realizar suas orações. Nessa última semana como estava em repouso médico e com uma insônia característica, passei boa parte das madrugadas brincado com o controle remoto e conferindo as pérolas da madrugada no que refere-se aos homens “santos evangelizadores” assim como eles se auto-referem, como pessoas escolhidas por Deus para levar a palavra de Salvação aos madrugadeiros. Quanta hipocrisia no geral... (Silas Malafaia, RR Soares, Valdemiro Santiago, Pastores da Universal do Reino de Deus, Padres da Rede Vida e companhia).

Chegou a dar asco a forma grotesca como os atuais líderes religiosos tratam o cristianismo e ludibriam as pessoas com uma única e exclusiva intenção... Dinheiro para as suas Fundações... Chega a ser ofensiva a forma de solicitar o envio de ofertas, é deprimente a comercialização da fé... A que ponto chegamos? Será que foi por isso mesmo que Jesus morreu crucificado? Será que diante do crédulo no retorno de Cristo, ele aprovaria os seus “representantes”? Tenho absoluta certeza que não.

O que pude perceber também é que as celebrações/cultos não são mais um momento de dar graças nem tanto o momento em que a comunidade celebra a eucaristia, mas sim verdadeiros shows, dignos de substituir Programas Televisivos como a Praça é Nossa, Zorra Total, Show do Tom ou ainda o inesquecível Acredite se Quiser. Digo isso porque a questão Teatral é visivelmente explorada e exageradamente “jogada na cara do expectador”. Sim expectador não mais fiel.

O Engraçado que agora os religiosos não usam mais suas vestes ritualísticas (Casacas, Ternos, Túnicas), agora a onda é Uniforme camuflado, Jalecos Brancos, Camisas pólos (Lacost) e outras coisas meio estranhas.... tudo isso porque agora as reuniões são chamadas de Dia da Cura, Crescimento Pessoal, Dia dos empresários, Dia do Descarrego, Limpeza Espiritual, Terapia de Casal, Corrente da Riquesa. Os Líderes não pedem mais que o fiel vá à igreja com o espírito pronto para ser doado, mas sim com a meia do fulano, com o lençol do marido, com os extratos do banco, com as contas vencidas... Ora isso é celebração ou é uma SESSÃO?

Há bastante tempo que já causo estranhesa quando me refiro ás religiões na atualidade como instituições financeiras que entre outras funções exerce um maravilhoso Controle Social e em alguns casos até adestramento na sociedade, que no meu ponto de vista é maravilhoso, já que coíbe e muito a questão do impulso “irracional” do ser humano, agora convenhamos quanto ao trabalho que deveria ser a base fundante que é a continuação dos ensinamentos de Cristo... isso já foi há muito tempo desvirtualizado.

Não estou aqui para dizer que seja necessário criar uma nova religião... muito pelo contrário... é necessário que as pessoas sejam cada vez mais agentes de transformação e para isso é necessário conhecimento racional, ou seja que conheçam os verdadeiros princípios da comunidade cristã, que consigam visualizar além do que o Padre/Pastor/Diácono/Ministro/Apóstolo e os cambal esteja falando, é necessário compreender que a interpretação da Bíblia, requer além do conhecimento histórico, algo que está faltando no coração dos líderes religiosos: Amor ao próximo, Humildade, simplicidade, Sentimento de Partilha e disposição para fazer realmente o Bem.

É o momento de pensarmos sinceramente de como estamos mantendo o luxo e a riqueza dos líderes religiosos... Para fechar essa questão tão delicada deixo a seguinte pergunta... Não seria mais propício aos moldes das primeiras Comunidades Cristãs, destinarmos a maioria de nossas ofertas às pessoas que realmente precisam e se encontram ao nosso redor, do que engordarmos as contas das Instituições religiosas?
Cada qual com os seu cada qual.

Pesquisa da Fecomércio aponta bom desempenho do comércio em Xapuri

Fecomércio
O levantamento foi realizado pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, através do Instituto Fecomércio de Pesquisas Empresariais do Acre - IFEPAC aponta que 42% dos empresários se dizem satisfeitos com o desempenho do comércio em Xapuri, entre os anos de 2007 e 2009.

Para eles, as fábricas de tacos de madeiras e de preservativos de látex de borracha natural, que geraram empregos na economia do município, aumentaram o volume de dinheiro em circulação no município.

A pesquisa foi realizada com empresários que possuem empreendimentos de micro e pequeno porte. Todos do ramo do comércio varejista de bens considerados essenciais ao consumo doméstico, de alimentos, vestimentas, medicamentos e outros materiais de saúde, dentre outros.

Enquanto isso, 58% afirmam que o mercado se manteve estável, ou até mesmo, decadente, nesse mesmo período. De acordo com os entrevistados os investimentos foram insuficientes e os níveis de preços inviabilizaram uma evolução positiva do comércio local.

Os 42% dos empresários que apontam crescimento, estimam média de 20% ao ano. Além disso, demonstram boas perspectivas para 2011 em razão da melhora da economia local (28%) com aumento da massa salarial (8%), dentre outros fatores. Já os que afirmam desempenho foram aquém do esperado, dizem que o crescimento foi de 10% ao ano.

A carga tributária e os encargos sociais a que as empresas são submetidas são fatores que restringem o desempenho operacional, na opinião de 42% dos empresários. Outra grande preocupação é a escassez de recursos humanos qualificados no mercado de trabalho local.

O levantamento foi feito com 36 estabelecimentos comerciais do município de Xapuri diagnosticando que a cidade vive atualmente uma experiência da industrialização de produtos da floresta (borracha, castanha e madeira), através da fábrica Natex, que fabrica preservativos naturais utilizando a borracha natural retirada das reservas extrativistas da região.

O casal encrenca da Câmara


Silas e Antônia são casados, mas foram eleitos por Estados diferentes. Eles colecionam problemas na Justiça

MEU BEM, MEU MAL
Os deputados Silas Câmara e Antônia Lúcia no plenário
da Câmara, na semana passada. Eles fazem tudo juntos,
mas se separaram para se candidatar

Publicado Orginalmente no www.oaltoacre.com
A deputada federal estreante Antônia Lúcia e o deputado federal Silas Câmara, reeleito para o quarto mandato, têm muito em comum. Eles são evangélicos, líderes da Assembleia de Deus e filiados ao mesmo partido, o PSC. Casados, moram na mesma casa, em Manaus. A única diferença é que foram eleitos por Estados diferentes: ele pelo Amazonas, ela pelo Acre. O caso pode parecer estranho, mas é formalmente legal. Foi a maneira encontrada para driblar a lei. Se tivessem o título de eleitor no mesmo Estado, não poderiam ser candidatos ao mesmo cargo. Em Brasília, vão morar juntos, no apartamento funcional ocupado por Silas. Mesmo assim, ela não abriu mão do auxílio-moradia de R$ 2.500 por mês.

O truque do registro em outro Estado e a apropriação questionável dos R$ 2.500 são as dúvidas mais leves que pairam sobre o casal. Antônia responde a sete ações no Acre: compra de voto, falsidade ideológica, fraude processual, formação de quadrilha, peculato, uso de caixa dois e falso testemunho. Um pedido de prisão preventiva chegou a ser aprovado em 2010. Os desembargadores entenderam que ela tinha fornecido endereço falso para se livrar de intimações e atrasar processos. Entre eles está um em que é acusada de distribuir 1.200 litros de combustível numa carreata.

Silas não é menos enrolado. Ele foi investigado pela Polícia Federal (PF) a pedido da Justiça Eleitoral do Amazonas. Escutas desvendaram as peripécias do casal nas campanhas simultâneas. O caso mais grave foi em setembro, quando a PF prendeu Heber e Milena Câmara, filhos do casal que estavam com R$ 475 mil sem origem declarada. O Ministério Público diz que o dinheiro tinha sido enviado pelo marido, do Amazonas, para a campanha da mulher, no Acre. Seria gasto com a compra de votos e despesas de caixa dois.

As escutas mostram que Antônia e Silas se assustaram, mas não se intimidaram com a prisão dos filhos. Por telefone, ela deu a notícia ao marido: “Nossos dois filhos foram presos na PF”. Ele perguntou sobre a acusação. Resposta: “Não sei. Pode (ser o) dinheiro?”. Silas concluiu: “Pode. Estou orando que não seja”. A oração não funcionou. A prisão foi mesmo por causa do dinheiro.

Há dez anos, Silas é réu em um processo que corre em segredo no Supremo Tribunal Federal (STF). Em 2009, também foi denunciado por falsidade ideológica e uso de um RG falso em procurações e alterações de contratos sociais de uma empresa da qual era sócio. Se for condenado, perde o mandato e pode pegar até cinco anos de prisão.

Silas e Antônia têm quatro filhos. Os mais velhos dirigem a TV Boas Novas e uma rede de rádio no Amazonas e no Acre. É o maior conglomerado de comunicação evangélica do Norte, mas Silas e Antônia não constam como dirigentes. Segundo a PF, o casal usava as emissoras ilegalmente para fazer campanha. Silas cometeu outras ilegalidades que podem resultar em cassação. Entre elas, permitiu que a mulher usasse um celular da Câmara na campanha.

Questionado sobre as denúncias, o casal respondeu por meio de uma nota única, como se fosse uma entidade. Eles dizem que o dinheiro apreendido com os filhos não era deles. Sobre o processo no STF, Silas alega inocência. “As acusações têm origem em denúncias absolutamente improcedentes, maquinadas há mais de dez anos por adversário político com interesses paroquiais”, diz.

sábado, 5 de fevereiro de 2011

Operação policial prende menores e traficantes em Xapuri


Ainda, quatro pessoas foram presas pelo crime de tráfico de drogas, e uma por receptação.
Thiago Fernandes, delegado de Xapuri
A Polícia Civil de Xapuri, realizou na noite de ontem, uma grande operação, visando conter a venda de bebidas alcoólicas aos menores, a fiscalização quanto ao cumprimento de horários dos bares, e, sobretudo, o tráfico de drogas.

Como resultado da operação, vários menores foram acompanhados até a Delegacia, e em seguida entregues aos seus pais, por estarem em horário e local incompatíveis com sua idade, sendo que alguns apresentavam, inclusive, sintomas de embriaguez.

Os responsáveis por esses menores serão responsabilizados criminalmente, e os proprietários dos estabelecimentos, civil, administrativamente, e criminalmente. Ainda, quatro pessoas foram presas pelo crime de tráfico de drogas, e uma por receptação.

Foram recuperados computadores e bicicletas que haviam sido furtadas, e que estavam em poder de Arlisson Max, vulgo "Tati", de 22 anos de idade, e Marlúcia, de 23 anos de idade, que irão responder pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico, previstos nos Arts. 33 e 35 da Lei nº11.343/06, respectivamente, além do crime de receptação, previsto no Art. 180 do Código Penal.  Juntando, cada um pode pegar uma pena de até 29 anos de reclusão.

Também, foram presos traficando drogas Francismar dos Santos Araújo, vulgo "Pança", de 18 anos de idade, e Adriana Ferreira Domingos, de 20 anos de idade. Francismar e Adriana também responderão pelos crimes de tráfico de drogas, e associação para o tráfico.

A Polícia Civil de Xapuri tem trabalhado de forma discreta, porém contínua, visando reprimir qualquer conduta ilícita praticada nesta Cidade, sempre respeitando o cidadão de bem, e sendo duro com os criminosos, dando uma resposta rápida à sociedade, e levando ao Poder Judiciário provas robustas quanto à autoria e a materialidade dos ilícitos penais.

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Primeiro Pronunciamento


Devo pedir desculpas aos leitores, já que hoje não postarei devido uma forte dor de cabeça e constante febre..
Até Sexta

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Imagem do Dia

Depois de mais de 14 anos de jejum Xapuri agora de fato e de Direito tem um Deputado representando o município na Assembléia Legislativa do Acre

Ontem no meio de muitos flashes e convidados tomou posse como Deputado Estadual Manoel Morais na Assembléia Legislativa, que chega àquela Casa com uma imensa responsabilidade que é entre muitas outras funções de representar Xapuri no Legislativo Estadual, que desde o encerramento do primeiro mandato de Ronald Polanco, atual Presidente do Tribunal de Contas do Estado nunca mais teve de fato um representante.

Aos mais desavisados podem até achar que estou equivocado, já que o Ronald Polanco teve outros mandatos, ademais ainda tivemos Feliz Bestene e o ainda Deputado Chagas Romão naquela Casa nesse período, diga-se de passagem todos xapurienses e com uma base eleitoral bastante estruturada no município de Xapuri que sempre lhes renderam muitos votos. Porém algumas perguntas se fazem pertinente: O que esses Deputados fizeram por Xapuri mesmo? Que vinculo tiveram nesse período de mandato com a população Xapuriense? Quais os endereços dos citados na cidade ou no interior? Que propriedades ou investimentos pessoais ou de ordem de projetos oferecidos estão implantados sob a responsabilidade dos mesmos?

No inicio da postagem deixei bem claro que desde o primeiro mandato do Deputado Polanco, Xapuri viu-se esquecido por aqueles que receberam desta comunidade votos que ajudaram a manterem seus cargos políticos, e digo isso porque no primeiro mandato do Polanco, o deputado foi o principal articulador para a implantação de investimentos em Xapuri, como o Pólo Moveleiro, Nova Usina de Beneficiamento de Castanha, Usina de Beneficiamento de Borracha entre outros, isso porque o Polanco era mais Deputado da CAEX e dos seringueiros do que mesmo de Xapuri, convenhamos que isso é uma verdade unívoca. Entretanto já no segundo mandato do Júlio Barbosa 2000/2004 Xapuri não viu “necatipirica de naca” de apoio dos Nobre Deputados”

Portanto Manoel Morais terá sobre si a responsabilidade de se quiser um próxima reeleição trabalhar com afinco pela população xapuriense para manter a excelente votação aqui obtida. Pelos menos comprometimento com a palavra dada ele vem demonstrando, já que desde o mês de Dezembro está realizando encontros de agradecimentos nas comunidades rurais, ribeirinhas e dos centros de seringais que o apoiaram.

Quem também nesse meio tempo deverá ser figura marcante em Xapuri, deverá ser o Deputado xapuriense Chagas Romão que também teve uma significativa votação e que de olho na oposição para as eleições de 2012 deverá manter-se sempre presente.

O interessante disso tudo é que descobri que nessa Legislatura além do Deputado xapuriense Chagas Romão e do Deputado Manoel Morais que representará Xapuri, ainda temos um outro filho desta terra o deputado Denilson Segóvia de Araujo, pelo menos é o que consta no seu registro de candidatura.

Claro que comentários a parte o que realmente desejo aos Nobres Legisladores é que olhem por esta Terra e que realmente se preocupem em dar voz àquelas verdades que instrucadas na garganta de muitos que não podem expressá-las ou fazer chegar ao conhecimento da sociedade encontre em Vocês os Porta-vozes ideais.

Oportunidade de Emprego como Professor

Governo do Acreatravés da Secretaria Estadual de Educação lança edital para seleção de 1.372 professores para a zona rural
A Secretaria de Estado de Educação (SEE) lançou nesta terça-feira, 1 o edital do Processo Seletivo Simplificado para contratação temporária de 1.372 professores, que atuarão nos anos iniciais do ensino fundamental do 1º ao 5º ano da Zona Rural, Projeto Asas da Florestania (6º ao 9º ano e ensino médio em áreas rurais de difícil acesso), Programa Especial de Ensino Médio (PEEM), Programa de Aceleração do 6º ao 9º ano do ensino fundamental, Projeto Poronga e Educação de Jovens e Adultos para atuar em áreas rurais.

As inscrições serão no período de 1 a 16 deste mês, pelo site da SEE (www.see.ac.gov.br ) ou diretamente no link  ( http://187.54.67.2/concurso/ ) , no qual está disponível o formulário de inscrição, que deverá ser preenchido e enviado, bem como a obtenção do Edital. O processo seletivo será realizado em etapa única, que consta em análise de curriculum. A entrega dos documentos tem início dia 2 e vai até as 12 horas do dia 17 de fevereiro. A relação completa se encontra no edital, também disponível na página da SEE.

O maior número de vagas - 924 - está destinado à modalidade do 1º ao 5º ano e do 6º ao 9º ano do ensino fundamental das áreas rurais de difícil acesso. O resultado final do Processo Seletivo Simplificado será divulgado no Diário Oficial do Estado e no endereço eletrônico www.see.ac.gov.br , a partir do dia 25 deste mês.

O mapa da Aids no Acre

Exames, tratamento, prevenção e uma nova fase da doença que está entre as mais discutidas nas últimas três décadas
AGÊNCIA DE NOTÍCIAS DO ACRE

Em 2011 faz 30 anos que o mundo ouviu falar de uma doença sem precedentes na história da medicina. De forma poderosa, ela derrubava a defesa imunológica dos seres humanos e abria uma porta para que até a mais fraca das gripes passasse a ser mortal. Essa doença foi chamada de Síndrome da Imunodeficiência Adquirida, Aids, causada pelo vírus HIV. O primeiro caso de Aids no Brasil foi registrado em 1982. Já em 1987 foi registrado o primeiro caso no Acre. De lá para cá, o estado já registrou 529 diagnósticos da doença. Mas afinal, como essa doença atinge não só as pessoas contaminadas, mas toda a sociedade?
No Acre, os locais que realizam os exames de AIDS são: o Centro de Triagem e Aconselhamento, CTA, além de postos de saúde tanto no interior como na capital através dos chamados Testes Rápidos. O Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), é o local que realiza os exames dos Testes Padrão colhidos no CTA, além de colher sangue para exames, mas em casos especiais mediante solicitação médica.

Não é necessário nenhum pedido médico para fazer o exame de AIDS. Ele é gratuito na rede pública de saúde e com total sigilo de seus requisitantes. A única pessoa que decide se você deve fazer o exame é você mesma. As solicitações acontecem apenas em casos específicos como mulheres grávidas durante o pré-natal, além de pedidos quando médicos constatam sintomas em seus pacientes. “Quanto mais precoce o diagnóstico, melhor vai ser para realizar o tratamento”, conta Francimary Lima, gerente da área técnica do programa DST/Aids da Secretaria de Estado de Saúde.

Identificando
No ano passado, 390 pessoas se dirigiram ao Centro de Triagem e Aconselhamento para realizar o exame padrão de Aids e outros 514 testes rápidos foram realizados. O processo é o mesmo em todos os CTAs do Brasil, o interessado em fazer o exame passa por uma pequena entrevista e depois tem seu sangue colhido. No caso do teste padrão, o sangue é encaminhado para o Lacen e o resultado é conhecido depois de 30 dias. Se for positivo, o CTA é encarregado de ligar para o paciente antes de seu retorno e pedir para que ele se dirija novamente ao Centro e fazer um novo exame, além de passar por todo um processo de acolhimento com a equipe de psicólogos.
“Ao tomar conhecimento do resultado positivo nós não encaminhamos o paciente para que tome medicação imediatamente. Primeiro ela vai ser encaminhada para novos exames e uma consulta com um infectologista.”, explica Maria das Graças Oliveira, aconselhadora do CTA. “O que mudou foi o seu estado sorológico. A vida do paciente não mudou.

Maria das Graças também foi responsável por informar a vários pacientes que eles possuíam Aids, “As pessoas são muito imprevisíveis, têm as que aceitam mesmo após o choque inicial, há pessoas que não aceitam de jeito nenhum.” Em muitos casos, o CTA passa a ser o responsável pelo primeiro contato do Sistema Público de Saúde com o paciente portador do vírus HIV. Não é fácil. É necessário criar um laço, abrir um diálogo, trabalhar o aconselhamento.
Além do teste padrão, o CTA também realiza o Teste Rápido, um avanço na identificação da Aids. O Teste Rápido, que tem praticamente a mesma eficiência que o Teste Padrão, revela o resultado em apenas 15 minutos e aos poucos é levado aos municípios de difícil acesso. Esse teste tem uma boa margem de acerto, mas o teste padrão ainda é mais específico, embora nenhum dos exames tenha 100% de funcionalidade.

No começo, por ser mais caro, o teste rápido era utilizado apenas em alguns casos específicos, como pessoas que sofreram abuso sexual ou profissionais de saúde que foram expostos. Agora, ele é realizado com a população em geral. É importante lembrar que uma contaminação pelo vírus HIV não é detectada de imediato pelos exames. É necessário um período de cerca de 90 dias após a infecção para que os exames possam acusar a contaminação.

Tratamento sem fim
O Ministério da Saúde decidiu que para que uma cidade possua um serviço ambulatorial especializado no tratamento dos casos de Aids é necessário que o número de pessoas identificadas com a doença ultrapasse 50. No Acre, apenas Rio Branco ultrapassa esse número e possui o Serviço Ambulatorial Especializado (SAE), onde são realizados todos os exames de rotina, distribuição dos remédios e acompanhamento psicológico das pessoas soropositivas, além de outras doenças infecciosas como hepatite e tuberculose.

Um paciente só é encaminhando ao Serviço Ambulatorial Especializado quando já está com o exame positivo de HIV. Para os pacientes de tuberculose que frequentam o SAE é oferecido sempre o teste rápido de Aids e sorologia para hepatite, já que a tuberculose é uma doença comum de ser adquirida pelo paciente contaminado por Aids com suas defesas imunológicas já bastante fracas.

“Nós temos muito afago com os nossos pacientes.”, revela a responsável pelo SAE, enfermeira Edna Gonçalves. O carinho e o respeito dos profissionais de saúde são essenciais nesse momento. “São pessoas com doenças graves, sofridas, que passam por momentos difíceis tanto no lado emocional como por conta dos efeitos colaterais do coquetel de remédios.”

Existe uma rotina no SAE. É nas segundas-feiras que são feitas as coletas de sangue para os exames de CD4 e Carga Viral e em seguida eles são encaminhados para o Lacen. Esses exames são imprescindíveis para que os portadores da AIDS saibam como o seu organismo está se defendendo e reagindo ao vírus.

Um coquetel indigesto
Cerca de 437 pessoas fazem tratamento com retrovirais no Acre, os remédios que compõe o coquetel contra a Aids. 398 pessoas só em Rio Branco. Uma pessoa infectada pelo vírus HIV pode passar anos sem manifestar a doença. Ainda assim, deve fazer periodicamente os exames para descobrir se vai precisar realizar o tratamento contra a Aids em algum momento. O infectado pelo HIV não passa a tomar o coquetel imediatamente após descobrir que possui o vírus, mas a partir do momento que começar a tomar, não vai mais parar. A medicação é para a vida toda, ou até o dia que uma cura definitiva para a doença for encontrada.
Não é o caso de A.R., de 19 anos. O rapaz que descobriu que estava infectado pelo HIV aos 17 anos, ainda não teve necessidade de realizar o tratamento com o coquetel contra AIDS. “Quando cheguei no SAE estava totalmente perdido, mas fui muito bem atendido, fiz os exames de sorologia necessários para o caso e foi quando eu realmente tive a confirmação de que tinha a doença. Comecei a ter consultas regulares com uma psicóloga e a partir do momento em que fui tomando conhecimento do progresso do vírus, vi que ser soropositivo não é ser diferente das demais pessoas, até porque, os cuidados que precisamos ter são os mesmos que qualquer pessoa precisa, como alimentação, sono regulado e prática de exercícios.”

É completamente corretor afirmar que uma pessoa pode ter uma vida normal com a Aids, mas ela terá que tomar cuidados especiais para sempre. Sexo apenas com preservativo, deixar de consumir bebida alcoólica, levar uma vida mais saudável com uma alimentação equilibrada e com atividades físicas.

O governo federal disponibiliza o tratamento contra a Aids na rede pública e étotalmente gratuito. Se um usuário do medicamento tivesse que pagar pelo coquetel, ele teria que desembolsar uma média de R$ 3 mil por mês. Os exames também são disponibilizados gratuitamente. O coquetel é composto por uma lista de 19 remédios, mas o paciente não precisa necessariamente tomar todos, exames são determinantes para saber quais remédios tomar. E a partir do momento que alguns não estiverem mais surtindo efeitos, o coquetel é reformulado.

Vale lembrar que alguns remédios do coquetel causam fortes efeitos colaterais em seus usuários como alucinações, insônia e perda de apetite, o que ainda caracteriza a Aids como a “doença da magreza”.

A geografia da Aids
Atualmente, de acordo com a Secretaria de Estado de Saúde existem casos de Aids em 17 dos 22 municípios do Acre.
Em 2010 foram registrados 49 novos casos e 11 mortes. Embora os homens sejam a maioria entre os portadores do vírus, esse quadro tem mudado aos poucos. Na faixa etária entre 14 a 24 anos existe um homem infectado para cada duas mulheres. Esse preocupante dado que tem se tornado comum em todo o país fez com que o Ministério da Saúde desenvolvesse um plano de combate a feminilização da Aids.

“Não existe um grupo de risco, existe comportamento de risco. Também trabalhamos com pessoas mais vulneráveis. A mulher hoje é considerada mais vulnerável.”, lembra Francimary Lima. Determinar a existência do grupo de risco foi também um dos maiores responsáveis pela polêmica e pelo preconceito que ronda a Aids até hoje.

Abalo psicológico

A Aids para o jovem A.R., com apenas 19 anos, se tornou um grande desafio, “Meus pais não sabem que sou soropositivo, faço tudo sozinho, desde os exames até marcar consultas, me viro sozinho em tudo, mas as vezes não é fácil guardar, chega um hora em que precisamos ter alguém para que possamos contar.” É para momentos como esses que o acompanhamento psicológico se torna essencial.

Todo o paciente diagnosticado com Aids, tanto os que estão em tratamento como os que não estão, passam por atendimento psicológico. Luana Lyra é uma das psicólogas que atendem esses pacientes no SAE, “Muitos não sabem o que é a doença, pensam que é muito mais grave do que é.”

De fato, até o começo dos anos 90, ser diagnosticado com Aids era uma sentença de morte. Hoje, os pacientes infectados pode viver normalmente, por um longo período de tempo. É uma doença menos grave que a hepatite, por exemplo, mais mortal que a Aids.

“Quando as pessoas ficam muito agitadas, nós fazemos dois acompanhamentos semanais. Geralmente é só um. Muitas vezes a pessoa vem para falar da vida com o namorado, da briga com a mãe, às vezes nem é da doença”, revela Luana Lyra. O comportamento psicológico do portador do HIV geralmente é o de negação e choque no começo. Porém, com o passar do tempo, com as informações repassadas e o acompanhamento psicológico, aos poucos eles voltam a ter sua rotina e encarar a vida normalmente.

Luta pela conscientização
Todo ano, durante a campanha mundial contra a Aids, o Acre participa através da Secretaria de Estado de Saúde com ações que geralmente duram todo o mês de dezembro em Rio Branco. No ano passado, um posto para a realização de testes rápidos foi fixado no Terminal Urbano. Foram feitos 487 diagnósticos. Desses, 4 resultados foram positivos, numa faixa etária entre 22 e 42 anos. Essa campanha aconteceu em cinco municípios: Brasileia, Epitaciolândia, Feijó, Cruzeiro do Sul, Rio Branco e Senador Guiomard.
“A procura pelo teste de Aids é pequena e muitos dos que fazem sentem medo e nem voltam para buscar o resultado.”, confessa Maria das Graças, aconselhadora do CTA. A maior parte das procuras para o exame geralmente são pelo mesmo motivo, a pessoa transou sem camisinha e depois passa a ter alguma insegurança.

O programa da Secretaria de Estado de Saúde, o DST/Aids também é responsável por orientar funcionários da educação e da saúde, qualificando-os para lidar com diagnóstico, saber as formas de transmissão e tratamento. Rio Branco é a cidade que concentra esses serviços, “Mas com o crescimento dos números em todo o Estado, a Secretaria de Saúde também monitora constantemente os números no interior, além dos municípios de fronteira.”, explica Francimary Lima.

Também existe o programa de Saúde e Prevenção nas Escolas (SPE), um trabalho de conscientização entre os jovens, para que eles se protejam e usem preservativos nas relações sexuais. Os jovens estão no grupo onde mais cresce a contaminação.

É o caso do próprio A.R., que foi contaminado muito jovem. “Descobri que era portador do vírus da Aids quando tinha 17 anos e, no momento que recebi a notícia, foi algo bem impactante, pois eu estava diante de um mundo novo, pelo menos pra mim, demorou até a ficha cair de fato.”, conta o rapaz que hoje conserva bastante o otimismo, “Minha perspectiva para o futuro são as melhores possíveis, além de eu nunca ter desistido dos meus sonhos, acredito que futuramente vão encontrar uma vacina, um tratamento definitivo para o caso. A Aids influencia e influenciará sempre nas minhas escolhas.”

Existe uma diferença entre o portador de HIV e os casos de Aids. Uma pessoa pode conviver até dez anos com o vírus HIV sem saber, e pode transmiti-lo a outras por meio da transfusão de sangue ou do sexo sem o uso do preservativo. Já a Aids, se manifesta quando o sistema imunológico enfraquece e começam a aparecer às doenças oportunistas como a pneumonia e outras infecções. Os infectados pelo vírus HIV, mesmo quando identificados, se não estiverem em tratamento contra a Aids não entram nas estatísticas. Segundo o Ministério da Saúde, para cada caso de Aids, existem 10 contaminados pelo HIV que ainda não desenvolveram a doença.
Por isso a necessidade de expandir ainda mais as campanhas de prevenção e estimular as pessoas a fazerem o teste, principalmente entre os grupos que mais crescem os números de Aids, jovens e idosos. “Mesmo que você faça o exame e ele dê negativo, não se descuide, continue usando preservativo, pois a Aids existe, veio e vive no meio de todos nós.”